Argentina impõe novas medidas de restrição para combater a pandemia

O governo da Argentina anunciou nesta sexta-feira (30) novas medidas de restrição para tentar conter a pandemia de coronavírus no país. As novas medidas têm como data de validade inicial o dia 21 de maio.

O foco das ações é a região metropolitana de Buenos Aires.

Segundo o presidente Alberto Fernández disse que as medidas foram feitas porque há uma pressão nos hospitais pelo aumento de internações.

As aulas presenciais estão suspensas (elas já haviam sido interrompidas há 10 dias, mas agora a medida foi prorrogada —a exceção é a capital, onde o prefeito, Horacio Larreta, conseguiu reabrir). A Justiça precisará tomar decisões sobre processos que pedem a reabertura das escolas.

Cemitério de Flores, em Buenos Aires, em 21 de abril de 2021 — Foto: Agustin Marcarian/Reuters

Há um toque de recolher entre 20h e 6h, mas os governadores podem aumentar esse tempo em que é proibido circular.

Os bares e restaurantes só podem atender as pessoas em mesas na calçada, e não nos salões. O horário para fechar é 19h.

O comércio tem horário de atendimento restrito também. Shoppings e centros comerciais foram fechados.

Estão proibidos esportes em locais fechados.

Mesmo em residências particulares as reuniões estão proibidas. A exceção são encontros para prestar auxilio de saúde.

O país teve cerca de 3 milhões de casos de Covid-19 desde o começo da pandemia. O número de mortos é de cerca de 63,5 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: