Após reunião com o Ministério Público, prefeito de Pinheiral fala sobre medidas mais duras de combate a pandemia

Em live realizada na noite desta segunda-feira, 15, após reunião com o Ministério Público, o prefeito de Pinheiral, Ednardo Barbosa falou sobre as medidas mais duras em combate a pandemia definidas durante o encontro. Uma delas, a pedido do próprio ministério, foi intensificar o trabalho de conscientização, uma ação conjunta entre Pinheiral e os municípios vizinhos, Volta Redonda e Barra Mansa, cujos prefeitos, Antônio Francisco Neto e Rodrigo Drable e o promotor de justiça do Ministério Público de Volta Redonda, Leonardo Kataoka, participaram da reunião, tendo em vista a ocupação do Hospital Regional, que é a referência para Covid-19 na região. Ficou ainda estabelecido que nas três cidades o comércio não será fechado, porém os bares estarão autorizados a funcionar até as 22 horas, com tolerância até as 23 horas.

O prefeito adiantou que para garantia do cumprimento e respeito às normas estabelecidas a fiscalização será intensificada, com repressão a festas clandestinas, fechamento de estabelecimentos e aplicação de multas. E mais: O prefeito adiantou que ele mesmo fará contato com o DETRO (Departamento de Transportes Rodoviários) solicitando fiscalização mais dura, sobretudo, nos horários de pico, do transporte intermunicipal.

“Não haverá mais tolerância com aquelas pessoas que realmente não estão dispostas a colaborar com o bom funcionamento da cidade. Como vimos aqui em Pinheiral nesse fim de semana, estabelecimentos comerciais funcionando até às 04 horas da manhã. Algumas áreas com festividades sem a anuência do Poder Executivo, ou seja, hoje existe um decreto que fixa o funcionamento das casas de festas em Pinheiral e não está sendo respeitado. Isso não será mais tolerado por estes três municípios. Será decretado toque de recolher das 23 às 5 horas da manhã em Pinheiral e também vamos reprimir as pessoas que não queiram colaborar com esse momento com o rigor da lei do nosso lado”, adiantou.  

Com relação a volta as aulas, que teriam o retorno presencial não obrigatório das aulas da rede pública de ensino em Pinheiral nesta segunda-feira (15), o prefeito informou que assim como em Barra Mansa em que já foram retomadas as aulas, em Pinheiral será feita na próxima segunda-feira (22), conforme sinalizado positivamente pelo Ministério Público.

O retorno mesclará aulas presenciais com ensino remoto, sendo uma ação opcional, ficando a critério dos pais e responsáveis conceder a autorização de participação, que deverão se encaminhar às unidades escolares para assinar o termo de compromisso que formaliza a ação. Em caso da não autorização, o aluno estudará somente via aulas online com conteúdo impresso que será disponibilizado para aqueles que não possuem acesso à internet. A plataforma utilizada para o ensino remoto continuará sendo o sistema I-EDUCAR, um software online que torna a gestão mais fácil e eficiente. Pensando nisso, a Secretaria Municipal de Educação, da Prefeitura de Pinheiral, realizou uma série de adequações nas salas de aula e ambientes de comum espaço visando manter a higienização e o cuidado necessário para evitar a propagação da Covid-19 e preservar a saúde dos alunos, professores, demais funcionários e familiares. Além de serem ministradas com apenas 30% da capacidade, será disponibilizado álcool em gel em todas as dependências das unidades escolares, bem como o distanciamento das mesas e a exigência do uso de máscaras para todos. Também serão disponibilizados tapetes higiênicos para limpeza dos calçados ao entrar e sair das unidades de educação.

“Tendo em vista os prejuízos que tem trazido a suspensão das aulas e em respeitos a outros profissionais, que não pararam suas atividades, as aulas serão retomadas, obviamente respeitando todas as medidas de segurança”, disse o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: