Após empate amargo, Marcos Felipe vira a página e vibra com sequência no Fluminense: “Dar meu máximo”

O empate com o Vasco, no último domingo, teve gosto amargo para o Fluminense. Nada, no entanto, que abale a confiança de Marcos Felipe, novo titular do gol tricolor, para a sequência do Campeonato Brasileiro.

O goleiro, que voltou a ganhar chance no time quando Muriel testou positivo para Covid-19, se firmou com atuações seguras contra Bragantino e Athletico-PR e permaneceu com a vaga no clássico, mesmo quando o companheiro já estava recuperado. A tendência, inclusive, é que ele siga na equipe diante do Atlético-GO, na próxima quarta-feira.

–É vida que segue, página virada já (o empate com o Vasco). Nós temos um jogo importante na quarta-feira, contra o Atlético-GO, e precisamos da vitória. Se vencermos, a gente também poderá entrar no G-4 novamente. Teremos essa nova oportunidade. Com essa mentalidade que a gente vai encarar o jogo contra o Atlético, entrar motivado da mesma forma, porque nossa equipe tem muita qualidade para ir em Goiânia e vencer a partida – disse em conversa com o ge.

Marcos Felipe, do Fluminense — Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Além do empate no clássico, Marcos Felipe falou sobre a titularidade no gol tricolor, vibrou com o apoio da torcida e disse confiar em voos altos do Fluminense nesta reta final do Brasileirão.

– No início do ano, o Muriel vinha se recuperando de lesão, e eu tive a oportunidade de iniciar o Campeonato Carioca, contra a Cabofriense e Portuguesa. Goleiro sempre trabalha para buscar o espaço e, como eu vinha aguardando minha oportunidade, surgiu no meio do primeiro turno contra o Vasco, Atlético-GO e São Paulo. Aí, o Muriel retornou.

– Agora, novamente, estou tendo essa sequência como titular. Agradeço muito a Deus por esse momento, por esse ano estar sendo o melhor da minha vida até aqui. Tenho encarado da melhor maneira possível, aproveitando cada momento, oportunidade, treinamento para poder ajudar o Fluminense a alcançar os grandes objetivos, que são uma vaga na Libertadores, o título do Campeonato Brasileiro, que a gente não ganha desde 2012… Essa parcela de ajuda é motivo de muita alegria, e eu vou fazer o meu máximo para gente poder alcançar esses objetivos – acrescentou.

Veja mais do bate-papo com Marcos Felipe:

PEDIDO DA TORCIDA PELA SUA TITULARIDADE

– Eu recebo diversas mensagens de amigos que relatam sobre essa vontade da torcida. Fico muito feliz com esse reconhecimento, muito feliz com o pedido deles e vou fazer de tudo para poder retribuir. É gratificante demais para o atleta quando o torcedor abraça, joga junto, está do lado. Tenho encarado da melhor maneira possível e procurado dar o meu máximo para poder alegrar o torcedor tricolor.

Marcos Felipe, goleiro do Fluminense — Foto: Lucas Merçon / FFC

EMPATE COM O VASCO

– O empate ficou meio amargo. A gente controlou o jogo todinho, estava com jogo controlado 100% e aconteceu a fatalidade de ter tomado o gol. Não achei que recuamos, nós apenas, em alguns momentos, decidimos defender mais. Na minha opinião, não foi totalmente um recuo, nós criamos uma estratégia, uma barreira para que a gente não pudesse tomar o gol, mas infelizmente aconteceu de ter tomado.

– Mas é vida que segue, página virada já. Nós temos um jogo importante na quarta-feira, contra o Atlético-GO, e precisamos da vitória. Se vencermos, a gente também poderá entrar no G-4 novamente. Teremos essa nova oportunidade. Com essa mentalidade que a gente vai encarar o jogo contra o Atlético, entrar motivado da mesma forma, porque nossa equipe tem muita qualidade para ir em Goiânia e vencer a partida.

SAÍDA DE ODAIR E APOIO AO (NOVO) “PROFESSOR MARCÃO”

– Foi uma surpresa também (a saída de Odair Hellmann), assim como foi para os meus companheiros. Nós vínhamos tendo um trabalho sensacional, surpreendente com Odair. A gente torce para que dê tudo certo para ele, onde quer que ele esteja.

– Agora, nós temos o Marcão como nosso treinador, que também é uma excelente pessoa, já tem uma bagagem desde o ano passado, quando nós vivenciamos uma situação totalmente diferente da que estamos hoje. A gente tem total confiança de que ele irá exercer um grande trabalho. Tivemos uma amizade muito boa, um trabalho muito bom com o professor Odair, mas agora é seguir em frente com o professor Marcão, que tem feito grandes coisas para que o nome do Fluminense venha a estar no topo da tabela, no topo de todos os lugares.

Odair junto aos goleiros do Fluminense durante a pré-temporada — Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

OBJETIVOS DO FLUMINENSE

– Se tratando de um clube grande como o Fluminense, eu não acho que é surpresa, eu tenho plena convicção de que nós podemos estar sempre brigando por todos os títulos possíveis.

– Os objetivos da nossa equipe são os maiores possíveis. Hoje a gente está disputando apenas o Campeonato Brasileiro, então nosso objetivo é (vaga na) Libertadores e também o título do campeonato. Não é surpresa a gente estar na posição que a gente se encontra. E o Fluminense, por ser um clube grande, de tanta expressão, sempre vai brigar pelo objetivo maior.

Muriel é abraçado por Marcos Felipe e João Lopes após vitória do Fluminense sobre o Athletico-PR — Foto: Reprodução

RELAÇÃO DO GRUPO

– A relação é de uma família. Assim como toda família, tem os seus problemas, mas também tem seu lado bom, lado de união. Um abraça o outro. No momento que um está mais cabisbaixo, o outro vai lá, estende a mão e levanta. É assim que a gente tem levado por muito tempo. Esse grupo tem essa união, essa conexão e, graças a Deus, tem dado certo, todo mundo com o mesmo objetivo, remando para o mesmo destino.

– Todo mundo com o mesmo pensamento, mesmo foco, para poder colocar o Fluminense na ponta da tabela, onde ele sempre deve estar. Assim a gente tem levado, e vai dar tudo certo no final do campeonato, vamos classificar para a Libertadores e, se Deus quiser, levar esse título também.

Marcos Felipe, Muriel e João Lopes, do Fluminense — Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.

PATROCINADORA PESSOAL

– A uhlsport é uma patrocinadora 100% de qualidade. Tem agregado muito, pois é um material muito bom, luvas muito boas. Tem me dado segurança na hora de fazer o meu trabalho. O material da luva é excepecional. Que seja uma parceria de longa data. Estou há um ano e meio com eles e estou muito feliz. Espero continuar o restante da minha carreira junto com eles para que a gente possa conquistar grandes coisas.

Com Marcos Felipe no gol, o Fluminense viaja para Goiânia nesta terça-feira e, nesta quarta, enfrenta o Atlético-GO, às 21h30 (de Brasília), no estádio Antônio Accioly, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito