Apatia em números: Botafogo só virou um jogo em 2020 e perdeu nove pontos nos minutos finais

A falta de reação contra o São Paulo revoltou torcedores e fez o Botafogo se mexer internamente. Só que não chega a ser novidade nesta temporada. Pelo contrário: o time perdeu nove pontos no Brasileirão nos minutos finais e só conseguiu uma virada em todo 2020, ainda no Estadual.

O único jogo que o Botafogo conseguiu virar neste ano foi o 2 a 1 sobre o Resende, em 30 de janeiro, pelo Campeonato Carioca. Depois de Geovani abrir o placar, Bruno Nazário e Pedro Raul deram a vitória ao time alvinegro. Uma partida em 44 oficiais na temporada. Foram 11 vitórias, 18 empates e 15 derrotas por Estadual, Brasileiro ou Copa do Brasil.

No Z-4, clube não vence há nove rodadas — Foto: Marcos Ribolli

No Brasileirão, soma-se à apatia a falta de atenção ou o desgaste que fizeram a equipe perder pontos valiosos nos últimos minutos. O Espião Estatístico do ge mostra que o Bota levou gols depois dos 35 do segundo tempo em oito partidas. Em seis delas, houve interferência direta no resultado, transformando uma vitória em empate ou um empate em derrota.

Pontos pelo caminho

Adversário Minuto Placar final Pontos perdidos
Flamengo 55 1×1 2
Corinthians 47 2×2 2
Athletico-PR 42 1×1 2
Bahia 38 1×2 1
Bahia 53 0x1 1
Bragantino 40 1×2 1

Das oito partidas, as únicas duas em que o deslize não custou o resultado foi na vitória sobre o Atlético-MG, no primeiro turno, e na derrota de 4 a 0 para o São Paulo, na última quarta-feira. Se não perdesse esses pontos, o Botafogo teria não 20, mas 29 na tabela. Mais do que o 12º colocado, o Athletico-PR, que soma 28.

Postura vai provocar mudanças

A passividade do grupo de jogadores é um dos problemas que a diretoria do Botafogo identificou nessa reta final de Brasileirão. O clima no vestiário após a goleada sofrida para o São Paulo não agradou, e alguns atletas estão na mira. O presidente eleito Durcesio Mello desembarca em Porto Alegre no sábado e vai ajudar a tomar decisões.

Uma mudança radical já deve ser promovida contra o Internacional, às 19h do próximo sábado, no Beira-Rio. Eduardo Barroca, afastado das duas últimas partidas em razão da Covid-19, volta ao comando do Botafogo com a missão de mandar a campo jogadores com “vontade de vencer”.

Inclusive, o fator comportamental será decisivo para o futuro de alguns atletas que estão no clube, principalmente os que têm contratos próximos do vencimento. Como tentativa de motivação, a diretoria mudou os critérios de premiações e prometeu bônus para os atletas em caso de permanência na Série A.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito