fbpx

Anvisa tem instabilidade no sistema e suspende exigência de declaração de saúde para quem chega ao Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que vem enfrentando instabilidade no sistema de preenchimento online da Declaração de Saúde do Viajante (DSV). Com isso, a agência avisou às companhias aéreas nesta quarta-feira (25) que, temporariamente, não precisam exigir o documento de quem embarca para o Brasil.

“As companhias aéreas já foram comunicadas pelas autoridades brasileiras e, a fim de que não haja qualquer prejuízo aos viajantes, os embarques de passageiros internacionais com destino ao Brasil ocorrerão sem a exigência de apresentação da DSV”, escreveu a Anvisa.

Viajantes que chegam de avião ao Brasil têm que apresentar a DSV desde 30 de dezembro de 2020. Também precisam portar um exame negativo para a Covid. As medidas fazem parte de ações para conter a pandemia.

A Anvisa informou que ainda não tem uma previsão de quando o sistema da DSV vai voltar a operar normalmente.

“A agência já está atuando para estabilizar o sistema o mais breve possível”, explicou.

Ao preencher a DSV, a pessoa que embarca para o Brasil, além de prestar informações sobre atual estado de saúde, também declara que concorda em adotar medidas sanitárias estabelecidas por autoridades do país durante a pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: