Anvisa pede mais estudos à Pfizer para autorizar vacina para adolescentes

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) tem até 12 de junho para decidir se ampliará o público da vacina da Pfizer contra a covid-19. Atualmente, a idade mínima é 16 anos. A farmacêutica pediu para incluir pessoas com pelo menos 12 anos no público-alvo.

A Pfizer entrou com o pedido de alteração da bula em 13 de maio de 2021. A Agência tem 30 dias corridos para avaliar a solicitação.

Em comunicado publicado nesta 2ª feira (31.mai.2021), a Anvisa afirma que o laboratório precisa “conduzir estudos que demonstram a relação de segurança e eficácia para determinada faixa etária”.

Os Estados Unidos já permitem a vacinação de adolescentes a partir dos 12 anos com o imunizante. De acordo com a FDA (Food and Drug Administration, autoridade sanitária dos EUA), a vacina da Pfizer tem eficácia de 100% em adolescentes de 12 a 15 anos depois de 7 dias da 2ª dose.

A vacina tem eficácia de 91,3% após 6 meses da aplicação da 2ª dose.

PFIZER NO BRASIL

A vacina foi a 1ª obter o registro definitivo no Brasil da Anvisa. Recentemente, a Anvisa atendeu a um pedido da farmacêutica e flexibilizou regras de armazenamento do imunizante, o que permitiu sua aplicação fora das capitais brasileiras.

O governo brasileiro comprou 200 milhões de doses da vacina. Mais 2,4 milhões devem ser entregues até o final desta semana, totalizando 5,8 milhões de unidades.

Pesquisa do PoderData indica que 14% das pessoas prefere tomar o imunizante da Pfizer do que outras vacinas disponíveis. Foi a menos citada do levantamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: