António Guterres é reeleito para o cargo de secretário-geral da ONU

António Guterres foi reeleito para o cargo de secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas). Ele foi o único candidato e sua permanência foi confirmada na Assembleia Geral da ONU desta 6ª feira (18.jun.2021).

O novo mandato dura 5 anos. Com isso, Guterres ficará uma década à frente da organização. O 2º mandato começa em 2022 e vai até 2026.

Guterres foi eleito pela 1ª vez em outubro de 2016, depois de ser o representante do Acnur (Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados) por mais de uma década. Nas duas vezes em que foi nomeado para a chefia da ONU, Guterres foi indicado pelo governo de Portugal.

Guterres comemorou sua permanência no cargo pelo seu perfil no Twitter. “Estou profundamente honrado e grato pela confiança depositada em mim para servir como secretário-geral das Nações Unidas por um 2º mandato“, escreveu.

O presidente da Assembleia Geral da ONU, Volkan Bozkir, também utilizou a rede social para comentar a confirmação de Guterres para o cargo. Ele deu os parabéns para o secretário-geral e comemorou o “forte apoio” que os países integrantes da ONU deram à continuidade de Guterres no cargo.

Enquanto no papel de principal diplomata e advogado do mundo, você liderou a ONU com sinceridade e integridade“, afirmou Volkar.

Quando o processo ainda estava sendo realizado, em 23 de março, Guterres enviou à Volkar propostas para o seguimento organização nos próximos 5 anos. Segundo o secretário-geral, o mundo se tornou “infinitamente mais complexo” com a pandemia e a crise climática.

Guterres elencou 11 temas que pretende ter como prioridade em sua gestão. Entre os principais estão a criação de planos de resposta à covid-19 e à crise climática. Ele também cita a luta pelo desarmamento e o avanço do multilateralismo nas relações entre os países.

O secretário-geral fala ainda em uma “Nações Unidas 2.0“. Ele cita a necessidade de diminuir burocracias e trabalhar com uma cultura de colaboração. Também afirma que é necessário uma inovação digital, com maior uso de dados, análise e comunicações.

Eis a íntegra (368 KB) da carta de intenções de Guterres para os próximos 5 anos .

Nós, na ONU, somos chamados a nos adaptar em a fim de permanecer uma plataforma universal de cooperação entre Estados soberanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: