fbpx

Angra tem Sistema de Super Abordagem Social

O sistema, que vai qualificar a ação do município junto à população de rua, foi lançado na noite dessa terça-feira (23)

A Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania/Secretaria Executiva de Assistência Social, lançou, na noite dessa terça-feira (23), no auditório do Centro de Estudos Ambientais (CEA), o Sistema de Super Abordagem. O sistema permitirá que, a partir de agora, os agentes de abordagem percorram as ruas com o auxílio de tablets e façam o encaminhamento das pessoas em situação de rua.

Presente ao lançamento, o prefeito Fernando Jordão destacou que a tecnologia vai ajudar o trabalho desenvolvido pelos agentes de abordagem.

– Todo mundo merece uma oportunidade e às vezes é isso o que falta a uma pessoa em situação de rua. Meu pedido aos agentes é que façam o seu trabalho com amor, visando ajudar o ser humano que está à sua frente – solicitou o prefeito à equipe de abordagem.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Social, Eduardo Sampaio, Angra é o primeiro dos 92 municípios do Estado a adotar a inovação.

– Este trabalho começou há quatro meses, sendo todo desenvolvido  por funcionários da prefeitura, com custo zero. É um sistema inovador, moderno e humanizado, como o prefeito nos orientou que seja feito o nosso trabalho – comentou.

O sistema, criado pela Superintendência de Tecnologia da Informação, da Secretaria de Planejamento, permitirá o registro on-line das informações das pessoas abordadas e a consulta, em tempo real, ao banco de dados da Secretaria de Desenvolvimento Social.  O objetivo da ação é facilitar o registro das pessoas abordadas e outras informações, como seu local de origem.

– Esse projeto permitirá análises em tempo real do perfil, características e distribuição socioespacial desse público. Futuramente, poderemos realizar estudos comparativos entre os dados coletados e os censos realizados, permitindo a elaboração de políticas públicas mais assertivas para quem vive nessa condição – explicou Eduardo Sampaio, junto com o secretário-executivo de Assistência Social, Heraldo França.

            Outro ganho para esta categoria é a aquisição de uniformes de identificação, composto por blusa, colete, boné e uma pasta de apoio.

            – O nosso governo está avançando com políticas públicas inovadoras, tendo como objetivo chegar até às pessoas. O foco deste trabalho é o abordado, por isso esse sistema vai ser uma ferramenta importante para atender melhor a quem precisa de uma oportunidade na vida – comentou o secretário de Governo, Cláudio de Lima Sírio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: