Alunos prestigiaram o Campeonato Sul-Americano de Tiro com Arco 2024

Atividade faz parte do  projeto interno pedagógico “Maricá sou eu, Maricá somos nós”

Maricá sedia até domingo (31/03), o Campeonato Sul-Americano de Tiro com Arco 2024. O evento, que tem o apoio da Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, acontece na sede da Confederação Brasileira de Tiro com Arco (CBTARCO), em Itapeba. A Escola Municipal Antonio Lopes da Fontoura, em Itapeba, teve a oportunidade de aproveitar e conhececer um pouco mais sobre a modalidade através da implementação do  projeto interno pedagógico “Maricá sou eu, Maricá somos nós”, que foi pensado a partir do tema gerador da rede municipal de Maricá intitulado “Maricá, a nossa história a gente escreve aqui” para o desenvolvimento junto às Unidades Escolares.

No primeiro bimestre, o componente curricular  ‘Educação Física’ está desenvolvendo atividades baseadas no subtema “Meus Lugares”, que tem como objetivo  conhecer e vivenciar a prática esportiva da modalidade Tiro com Arco a partir da visitação do Centro de Treinamento localizado em Itapeba.

Dentre as atividades planejadas está a visitação ao Centro de Treinamento de Tiro com Arco em Itapeba, oficinas para construção de Arco e flecha com materiais alternativos, quiz acerca de aspectos teóricos da modalidade, história do esporte e do nosso campeão mundial Marcus D’Almeida.

Alunos visitam CBTARCO

Mais de 700 alunos do 3° ao 9° ano e a turma PAE-nível 2  passaram pelo local durante os dias 25, 26 e 27/03. Além de assistir as disputas, os alunos puderam praticar um pouco da modalidade em um espaço montado no local, vivenciar um ambiente com atletas profissionais, o uso da língua inglesa e espanhola na comunicação entre os participantes e na apresentação do torneio.

O ponto máximo do primeiro dia de visitação foi quando   os alunos conheceram  campeão mundial Marcus D’Almeida, que tirou foto com eles e conversou.

Projeto ganha destaque internacional

O projeto ganhou destaque na terça-feira (28/03) no jornal internacional World Archery, que publicou a foto dos alunos praticando a modalidade.

Para a diretora adjunta, Gleice Vidal, a repercussão mostra que está sendo boa a execução do projeto. “A publicação em um jornal internacional mostra um trabalho bem feito pela escola, que ganhou uma proporção de reconhecimento externo, fato que tem grande importância educacional, social, política e até midiática, colocando em evidência o nome da escola,  favorecendo a criação de maior afinidade e respeito da comunidade para com a instituição”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *