fbpx

Alunos e responsáveis celebram volta às aulas presenciais na rede municipal de Nova Iguaçu

O dia da tão sonhada volta às aulas presenciais chegou para os alunos de 121 escolas da rede municipal de Nova Iguaçu. Nesta quarta-feira (3), eles puderam se reencontrar com os colegas de turma e os professores após quase um ano e oito meses afastados. As atividades presenciais estavam interrompidas desde março de 2020, em função da pandemia da Covid-19. Vinte unidades de ensino estão recebendo pequenas benfeitorias e reabrirão na próxima segunda-feira (8). Outras duas passam por obras mais completas e serão entregues até março de 2022. Até lá, os estudantes seguirão tendo acesso às atividades remotas.

Alunas do 5º ano da Escola Municipal Rubens Falcão, em Santa Eugênia, as gêmeas Caroline e Jéssica da Conceição Souza, de 10 anos, comemoraram a volta às aulas presenciais. Apesar da pouca idade, elas entendem a gravidade da situação vivida no planeta por causa do coronavírus e admitem que tiveram receio de retornar à escola, mas garantem que se sentiram mais seguras ao entrar na escola. “É muito legal estar de volta depois de quase dois anos longe daqui. Eu adorei os cuidados. Tem ‘X’ marcados no chão e nas cadeiras para indicar a distância que temos que manter dos colegas, tem álcool gel. É bom saber que estamos em um lugar seguro e prevenido”, disse Caroline.

Jéssica disse que gostou da experiência do ensino remoto, mas afirmou que prefere estar em sala de aula. Neste retorno, ela lamentou somente não poder ter contato físico com os amigos. “A gente estudava em casa, mas às vezes tinha algo que tirava a concentração, como a TV, ou então dependíamos do responsável estar disponível para ensinar o dever. Estar aqui é muito melhor para tirar as dúvidas diretamente com a professora. Só fiquei triste por não poder abraçar e apertar as mãos dos colegas, mas agradeço por estar aqui”, conta a gêmea.

O sentimento de gratidão é não somente dos alunos, mas também dos responsáveis. Maria Aparecida Souza, de 70 anos, é bisavó da pequena Maria Alicia, de 9 anos, estudante do 3º ano da E. M. Rubens Falcão. Ela perdeu o esposo para a Covid-19 e acredita que a Prefeitura de Nova Iguaçu tenha decidido pelo retorno às aulas presenciais no momento certo.

“A doença ainda está aí, precisamos nos cuidar, mas hoje me sinto segura em sair de casa e levar minha bisneta para a escola. Ter saúde para poder trazer a Maria Alicia é muito bom e motivo de gratidão”, comemora a idosa.

Retorno gradativo e seguro

Com o avanço da campanha de vacinação contra a Covid-19 o número de casos e internações em Nova Iguaçu vem caindo a cada dia. Apesar disso, o prefeito Rogerio Lisboa ainda prega cautela e optou, com a secretária municipal de Educação (SEMED), Maria Virgínia Andrade Rocha, pela adoção do ensino híbrido. Os alunos foram divididos em dois grupos que irão se revezar semanalmente entre aulas presenciais e ensino remoto.

“Ainda é preciso ter cuidado e precaução com este retorno para não colocarmos em risco a saúde dos funcionários e de nossas crianças. Pelo menos até 21 de dezembro, data do encerramento do nosso ano letivo, faremos um revezamento para que seja possível manter o distanciamento social”, explicou o prefeito de Nova Iguaçu, que garantiu também até o fim de 2021 a continuidade do cartão-alimentação.

“Neste retorno teremos o acolhimento e aplicaremos a avaliação diagnóstica aos nossos alunos. Com os resultados tabulados, vamos avaliar o nível de aprendizado de cada aluno por turma. Feito isso, os estudantes serão submetidos aos módulos de aprendizagem, com o objetivo de nivelar toda a classe”, complementa a secretária da SEMED.

Alunos e profissionais só poderão entrar nas escolas após terem a temperatura corporal verificada por termômetros digitais. Cada uma das unidades recebeu novos bebedouros, agora com torneira. Todos ganharão squeezes para poder beber água. Para isso, foram adquiridas mais de 65 mil unidades. O uso de máscara é obrigatório dentro das unidades. Profissionais e estudantes receberão um total de 307.316 máscaras em tecido duplo, 100% algodão. Os funcionários usarão também máscaras de proteção facial. Os professores contarão ainda com amplificadores profissionais portáteis, que permitirão a comunicação com os alunos mantendo o devido distanciamento, mas sem que a voz seja abafada pelos equipamentos de proteção. Foram adquiridos 1.382 aparelhos.

A Secretaria Municipal de Educação também investiu na compra de grande quantidade de álcool em gel, que ficará disponível em dispensers em cada uma das salas de aula. Além disso, foram adquiridos pulverizadores manuais e de compressão, que serão utilizados constantemente na desinfecção de equipamentos de uso coletivo, como mesas, cadeiras e bebedouros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: