Alunos da Rede Municipal de Ensino produzem música, poesia e trabalhos audiovisuais sobre a obra de Tom Jobim durante a quarentena

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Educação, tem levado a obra musical do músico brasileiro Antônio Carlos Jobim para dentro da casa dos estudantes da Rede Municipal de Ensino mesmo durante a quarentena. Desde que foi lançado, no último dia 3/8, o Projeto “Tom nas Escolas” já beneficiou cerca de 430 mil alunos com a introdução à produção artística de um dos maiores expoentes da música popular brasileira. Estudantes e professores do Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos e Educação Especial do município participam de ações como Podcast no Tom e de interpretações, releituras e homenagens ao maestro pela Sala de Leitura Virtual e pelo programa Orquestra nas Escolas. 
 
Além de destacar a importância de Tom Jobim para todas as gerações, o projeto é base para o desenvolvimento de atividades dos professores. Na última edição do “Podcast no Tom”, do dia 22/8, por exemplo, a professora Gina Paula conversou sobre o sentimento de saudade relacionando-o com a canção “Chega de saudade” de Tom Jobim. Já no material disponível na plataforma de estudos Escola.Rio e SME Carioca 2020 (https://app.vc/smecarioca2020), os alunos foram estimulados a desenhar o seu próprio bairro tendo como referência a música “Garota de Ipanema”, que reverencia aquela localidade. O dia em que Tom Jobim morreu
 
Conheça o podcast:
https://anchor.fm/materiaiscariocas/episodes/GINA-PAULA–Por-dentro-da-obra-de-Tom-Jobim–5–ano—Semana-24-08-20-eih882
 
Orquestra Virtual relembra o maestro
Desde que foi iniciado, o “Tom nas Escolas” tem levado experiências inesquecíveis para os integrantes do Orquestra nas Escolas – programa da Prefeitura do Rio lançado em 2017 e que proporciona aos estudantes da Rede Municipal de Ensino formação musical. Durante a pandemia, 200 alunos integrantes desse time têm realizado, em casa, gravações para a Orquestra Virtual. Toda semana, à distância, os músicos gravam canções que são unificadas em um clipe especial.
 
Neste momento, durante o Tom nas Escolas, os músicos da Orquestra Virtual entoam canções de Tom Jobim. A última foi “Wave”, interpretada por integrantes da Orquestra Sinfônica Juvenil Carioca Rivadávia Corrêa. Os alunos também já brindaram o seu público on-line com “Corcovado”, “Samba de uma nota só” e “Garota de Ipanema”.
 
Leitura e música brasileira 
Na Sala de Leitura Virtual

(https://www.youtube.com/c/SaladeLeituraSMECarioca), canal da Secretaria Municipal de Educação de conteúdos produzidos por professores, escritores, escritores renomados como os imortais da Academia Brasileira de Letras, Arnaldo Niskier e Nélida Piñon, entre outros colaboradores voluntários, já foram publicados sete vídeos relacionados com a vida e obra de Tom Jobim. De forma criativa, são apresentadas, em vídeo, as canções do compositor. Já foram publicadas produções audiovisual de “Chega de Saudade”, “O morro não tem vez”, “Wave”, “Corcovado”, “Águas de Março”, “Eu não existo sem você” e “Garotas especiais”, que mostrou a personalidade de diferentes garotas que estudam na Rede Municipal.
 
O legado
O filho do maestro, o compositor Paulo Jobim, acredita que oferecer este conteúdo para novas gerações é uma forma de enriquecer a qualidade do ensino na cidade do Rio de Janeiro, além de contribuir para imortalizar a memória e obra de seu pai.
– Fico contente com essa iniciativa de levar as coisas do meu pai para as escolas. Ele tinha muita coisa boa, a música, o cuidado pela natureza. Ele ia adorar saber que sua sabedoria está sendo transmitida para as crianças – disse Paulo Jobim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito