Altas temperaturas podem trazer riscos para saúde dos idosos

O verão é conhecido pelo excesso de calor, e para lidar com seus efeitos, é preciso adaptar a rotina para evitar desconfortos, principalmente quando se trata dos idosos, com os quais o cuidado deve ser redobrado, já que seus corpos têm maior dificuldade de se adaptar ao sobreaquecimento. Manter-se hidratado sempre é muito importante para evitar episódios de tonteira, mal-estar e condições mais graves, como a desidratação, de acordo com o clínico geral do Hospital São Lucas Copacabana, pertencente à Dasa, Renato Ribeiro.

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), 70% da população não toma os cuidados básicos para se proteger do sol, mas quando há alguma exposição extrema ao sol ou ao calor, podem ocorrer algumas condições perigosas, como insolação, internação e choque pelo calor. A hipertermia impacta todos os indivíduos, mas os idosos acima de 65 anos sofrem mais com os sintomas.

Renato Ribeiro alertou para o risco do verão para os mais velhos.

— Os idosos precisam ter mais atenção às altas temperaturas, isso porque o organismo já não consegue mais se ajustar ao calor, e o sobreaquecimento pode levar à desidratação rigorosa. Calor em excesso não faz bem para a saúde de nenhum indivíduo, mas pessoas com comorbidades e acima de 65 anos merecem uma atenção maior — disse.

De acordo com o médico, o corpo tenta de várias formas se defender:

— O suor é a forma que o organismo encontra de resfriar o corpo, e a falta de hidratação com líquidos pode causar risco para a saúde dos idosos. Caso o calor não seja aliviado rapidamente, o idoso poderá ser colocado em uma situação de risco que leva à confusão mental e a um possível desmaio.

Veja alterações na rotina podem ajudar no bem-estar dos idoso:

– trocar o horário das atividades, evitando o período das 10h às 16h

– manter os ambientes bem ventilados

– reforçar o uso do protetor solar

– garantir uma alimentação mais balanceada e com muitas frutas

– beber muito líquido

– usar roupas adequadas para o clima

– em caso de algum sintoma ou desconforto, a orientação é que se busque ajuda médica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *