Alerj recorre de decisão que suspende o processo de impeachment de Witzel

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) recorreu da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que, na última semana, resolveu suspender o processo de impeachment contra o governador Wilson Witzel, até que fosse feita uma nova comissão para reavaliar o caso. A decisão foi tomada após um pedido da defesa de Witzel. O pedido da Alerj foi feito no último sábado (01). As informações são do jornal O Dia.

A decisão de suspender o processo até que se forme uma nova comissão especial na Alerj para avaliar o caso foi tomada por Dias Toffoli. A liminar feita pelo presidente da Corte é provisória e ocorreu durante o plantão judiciário. O processo foi suspenso no último dia 27

Ao recorrer da decisão de Toffoli, a Alerj pediu que a suspensão do processo seja “integralmente reconsiderada” e que a comissão que já estava analisando o caso posteriormente retorne para continuar no processo. Com o fim do recesso no judiciário tendo ocorrido também no último sábado (01), é provável que o pedido da Alerj seja analisado pelo relator do caso, o ministro Luiz Fux.

A defesa de Witzel já vinha buscando alguma forma de fazer com que o processo de impeachment do governador fosse suspenso por alguns dias alegando irregularidades no caso, porém a decisão oficial de suspender o processo tomada por Toffoli só ocorreu na segunda-feira passada (27).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: