Alerj homenageia com prêmio Anna Nery profissionais de enfermagem da linha de frente no combate à covid-19

Em comemoração ao Mês da Enfermagem, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) realizou nesta sexta-feira (28/05) solenidade virtual em que homenageou com o Prêmio Anna Nery profissionais que estão na linha de frente do combate à covid-19. O reconhecimento foi proposto em projetos de resolução aprovados pela Casa de autoria da deputada Enfermeira Rejane (PCdoB), que promoveu a entrega das premiações individualmente ao longo da semana, e na reunião apresentou os vídeos dos homenageados recebendo suas condecorações.

Os premiados estão ligados à assistência de pacientes contaminados por coronavírus, atuam nas ações estratégicas de combate à pandemia e estão comprometidos na defesa da saúde dos trabalhadores. O Prêmio Anna Nery foi criado pela Alerj em 2011 e carrega o nome da pioneira da enfermagem no Brasil, nascida em 1814.

“É um prazer entregar o Prêmio Anna Nery, maior comenda oferecida pelo Legislativo, aos profissionais de saúde. Essa é uma condecoração muito mais simbólica para toda a categoria que vem trabalhando incessantemente para enfrentamento da pandemia. É um reconhecimento da Alerj pela contribuição de cada um de vocês”, destacou a parlamentar.

Contemplados com prêmio:

A técnica de enfermagem e Ferro, que atua na assistência a pacientes com covid nas redes de saúde pública e privada do Estado do Rio; Chrystina Barros, enfermeira integrante do Grupo Técnico de Enfrentamento à Covid19 da UFRJ, estando à frente da gestão de serviços de apoio à operação de hospitais e saúde de ambientais; Théia Maria Forny Wanderley Castelloes, coordenadora de enfermagem das Unidades de Terapia Intensiva do hospital Américas Medical City; Lidiane de Souza Melo, enfermeira do hospital Universitário Clementino Fraga Filho, no Fundão, idealizadora da “técnica da mãozinha” para ajudar a aquecer as mãos dos pacientes portadores do coronavírus; Daniela da Silva Araújo Basílio, superintendente de enfermagem do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla; e Solange Caetano, coordenadora parlamentar do Fórum Nacional da Enfermagem e atualmente na assistência do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo.

Um dos homenageados, in memoriam, foi o técnico de enfermagem Jorge Luiz de Lima, de 49 anos, que morreu vítima de covid-19, tendo sido o primeiro profissional de enfermagem a falecer dessa doença no Estado. A esposa de Jorge o representou no recebimento do prêmio.

A presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro – Coren-RJ, Lilian Behring, também participou da reunião e elogiou a iniciativa do Legislativo em homenagear esses profissionais. “Nós precisamos desse elo com o parlamento para que a gente sobreviva. No mundo somos os profissionais que mais morremos por covid-19 e aqui é o estado onde há o maior registro de mortes de profissionais de enfermagem”, destacou Lilian, acrescentando que a categoria ainda não dispõe de carga horária digna e nem de salários adequados.

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ), presente na videoconferência, ressaltou que há muito a ser feito para garantir melhores condições de trabalho aos profissionais de enfermagem: “Espero garantir que a pauta de vocês seja atendida. Temos Propostas de Emenda à Constituição (PEC) e estamos na luta para garantir os direitos desses servidores e também assegurar emendas para as escolas de enfermagem com recursos orçamentários”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: