fbpx

Águas do Rio apresenta tecnologia do Centro de Operações Integradas ao prefeito de Mesquita

A comitiva do executivo da cidade da Baixada Fluminense esteve na sede da concessionária para uma vista técnica na unidade

A Águas do Rio recebeu nesta quinta-feira (18/11), o prefeito de Mesquita, Jorge Miranda e representantes do poder executivo, na sede da companhia, localizada no Porto Maravilha. A visita foi conduzida pelo coordenador Operacional da companhia, Aislan Miossi, responsável pela atuação nas cidades de Mesquita e Nilópolis.

O objetivo do encontro foi conhecer a estrutura tecnológica que possibilita o monitoramento dos sistemas de água e esgoto realizado pelo Centro de Operações Integradas (COI) da concessionária. O COI monitora, em tempo real, mais de mil pontos de distribuição de água e a previsão é de que outros dois mil sejam instalados em locais estratégicos. Em Mesquita, 13 data loggers (sistemas de automação da pressão d’água) já foram instalados em alguns bairros da cidade.

O gerente de Operações do COI, Fábio Coelho, apresentou a estrutura operacional do sistema e dos equipamentos automatizados capazes de analisar inúmeras variáveis como pressão, vazão, temperatura, energia e produtos químicos, otimizando a gestão dos sistemas de água e esgoto.  “Trabalhamos aqui para melhoria no abastecimento de água, e para isso, contamos com a ajuda da tecnologia a nosso favor. Os loggers nos auxiliam de forma rápida e precisa, identificando se em algum ponto a água não está tendo pressão. Dessa forma, detectamos a falta de abastecimento na localidade “, esclarece.

O prefeito Jorge Miranda escutou atentamente as apresentações sobre a atuação do COI da Águas do Rio em seu município. Ele sinalizou de maneira positiva sobre a iniciativa e disponibilizou trabalhar em parceria, em busca de um melhor serviço de abastecimento para a população. “Foi muito bom conhecer e entender como está sendo realizada a atuação do COI em Mesquita. A nossa intenção é encontrar um meio alternativo para que possamos trabalhar em conjunto, e assim, minimizar os problemas com as demandas de vazamento e da falta de abastecimento na nossa cidade”, enfatizou o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: