AgeRio emprestou mais de R$ 2 milhões para 410 empreendedores fluminenses em 2021

Os setores de moda, alimentação e beleza são os segmentos mais apoiados pelo programa de microcrédito produtivo orientado da Agência de Fomento do Estado do Rio (AgeRio), que já liberou mais de R$ 2 milhões em recursos em 2021. Desde janeiro, 410 empreendedores receberam apoio por meio de linha de crédito mais atrativa do que as praticadas no mercado. Os principais segmentos contratados foram moda e vestuário; alimentação; beleza e cosméticos.

Os municípios do Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Petrópolis e Angra dos Reis lideram a maior concentração de empreendedores que foram apoiados pela agência. A ampliação da rede de correspondentes bancários da AgeRio também tem permitido o alcance ao crédito nas cidades fora da região metropolitana.

O presidente da AgeRio, André Vila Verde, ressalta que a parceria que vem sendo firmada com as prefeituras fluminenses também é uma das razões para alcançar esse importante resultado:

— Uma das missões da agência é fomentar o desenvolvimento do Estado do Rio por meio de apoio aos microempreendedores, sejam formais ou não, principalmente no momento de crise que estamos atravessando.

Crédito para expansão

O microempreendedor Lucas Vieira, de Miguel Pereira, Região Centro-Sul Fluminense, contou que o crédito foi importante para o processo de expansão de plataforma digital especializada em cursos profissionalizantes focados nos estudantes do país.

— Com o apoio, pude adicionar curso de Inglês para os alunos que utilizam a plataforma. Ao todo, 90% dos recursos foram revertidos em melhorias e ações no sistema, e o restante em matérias para a oferta do curso do idioma — disse.

Para Lucas de Barros Barreto, de 21 anos, de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio, o apoio foi fundamental para que ele abrisse o próprio negócio, a Primal Digital, loja virtual de produtos de informática:

— Abri o negócio em dezembro de 2020 e, em abril de 2021, tive um crédito de R$ 2 mil na AgeRio. Pude comprar produtos para revender.

Dona do salão de beleza Espaço, Beleza e Cia, Ivonete Rodrigues, de 34 anos, moradora do Pavãozinho, na Zona Sul do Rio, conseguiu um crédito de R$ 4.200 na agência e melhorou o salão.

— Comprei cadeira, lavatório e reformei o espaço de depilação — explica Ivonete, que tem o estabelecimento há sete anos.

Serviço

Para quem se destina?

– Para microempreendedores formais ou informais com faturamento anual de até R$ 360 mil e que tenham as atividades econômicas localizadas no Estado do Rio de Janeiro.

Quais são as condições?

– Valor máximo do financiamento é de R$ 21 mil;

– O prazo máximo de pagamento é de 24 meses;

– Taxa de juros de 0,25% ao mês.

Itens financiáveis:

– Máquinas e equipamentos;

– Obras e reformas;

– Capital de giro;

– Estoque;

– Entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: