Ação contra narcomilícia em Maricá, na Região Metropolitana, tem 11 presos, um menor apreendido e cem detidos

Uma operação deflagrada nesta quinta-feira pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado do Rio e pela Polícia Civil para desartiicular três quadrilhas que instituíram narcomilícias em localidades de Maricá, município na Região Metropolitana do Rio, teve 11 pessoas presas, um menor apreendido e cerca de cem detidos. Houve apreensão de aproximadamente três mil unidades de diferentes tipos de drogas, uma arma, cinco celulares, dinheiro e apreensão de material para o tráfico de drogas.

De acordo com o delegado Julio Cesar Mulatinho Neto, titular da 82ª DP (Maricá), os cerca de cem detidos foram identificados:

— Eles serão ouvidos, posteriormente, no inquérito policial.

As equipes estiveram nas comunidades Risca Faca, da Linha e no conjunto Minha Casa Minha Vida de Inoã. De acordo com as investigações, os narcomilicianos são responsáveis por tráfico de drogas, furto de energia elétrica, sinal de TV clandestina, comércio de gás em botijão e por impedir as empresas concessionárias de serviço público de acessarem as regiões. A investigação também apurou que o grupo faz roubos em Maricá, especialmente na Rodovia RJ-106, que corta a cidade.

Ao todo, 20 mandados de prisão temporária e 49 de busca e apreensão foram expedidos pela Vara Criminal de Maricá, atendendo a uma representação da 82ª DP (Maricá) e ao requerimento do Gaeco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: