5G: Huawei e Senai anunciam treinamento com foco na “geração nem-nem”

A gigante de tecnologia chinesa Huawei e o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) anunciaram nesta 5ª feira (8.abr.2021) uma parceria para treinar até 2.000 alunos até o fim do ano. A cooperação prevê academias com cursos à distância e presenciais nas áreas de TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação), redes 5G, inteligência artificial, computação em nuvem, fibra ótica, entre outras.

Além disso, serão implantados 3 laboratórios de instalação e manutenção de fibra ótica em Salvador (BA), Brasília (DF) e Palmas (TO). As primeiras turmas dos laboratórios terão 20 alunos cada. As inscrições são gratuitas e o público-alvo é a chamada “geração nem-nem”, jovens que nem estudam, nem trabalham.

O objetivo é capacitar mão de obra para operar com essas tecnologias, em especial, o 5G, cujo leilão está previsto para julho. “Teremos uma transformação do chão de fábrica ao escritório, com máquinas e equipamentos conectados e novas funções, mas, antes disso, é preciso garantir a infraestrutura da rede”, afirmou o diretor-geral do Senai, Rafael Lucchesi.

O Senai, no entanto, afirma que a parceria não tem relação direta com o certame. Segundo a instituição, há iniciativas em andamento na indústria para implantação de redes privadas de 5G, conforme termo de cooperação técnica entre a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e a ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial).

Ao todo, a Huawei implantará 12 laboratórios de formação prática em telecomunicações em 4 regiões do Brasil.

Nos Estados Unidos, estudo feito pelo PPI (Progressive Policy Institute) apontou que a 3ª onda de inovação tecnológica que virá com o 5G cobrará da mão-de-obra habilidades mistas: tanto conhecimento de desenvolvimento de software (presente nas anteriores) quanto de instalação e manutenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: