fbpx

111 anos: Revolta da Chibata é lembrada em encontro na casa de João Cândido, em São João de Meriti

No dia em que se lembra os 111 anos da Revolta da Chibata, representantes de movimentos sociais, moradores da região e autoridades se reunirão em frente à casa do marinheiro João Cândido, em São João de Meriti, na Baixada fluminense, para a exibição de vídeos e uma roda de conversa.
Para o organizador Adriano Dias, a iniciativa é importante para a desconstrução do racismo entre outros pontos: “Temos que reafirmar muito a importância do episódio da Revolta da Chibata para a desconstrução do racismo e também pela dignidade dos praças militares”, comentou.
A iniciativa tem o apoio do Conselho Municipal de Igualdade Racial de Meriti, da ComCausa, da Casa da Cultura, Associação dos Amigos do Museu João Cândido – entre outros movimentos.

Homem negro que se radicou na Baixada como tantos de nossos vizinhos. Extremamente necessário que, principalmente os mais jovens, o reconheçam pela sua coragem e importância histórica”, reforçou o representante da ComCausa.
Importância de João Cândido
A Comissão de Educação do Senado aprovou recentemente o projeto que inscreve o nome de João Cândido Felisberto no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria. O PLS 340/2018 teve parecer favorável e segue agora para análise da Câmara dos Deputados.

“Essa era uma reivindicação antiga dos movimentos. Já conseguimos que João Cândido fosse reconhecido como Herói do Estado do Rio de Janeiro, mas estávamos enfrentando uma certa resistência a nível nacional”, afirma Athaylton Jorge, o Frei Tatá, Superintendente de Promoção de Política de Igualdade Racial da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, Direitos Humanos e Igualdade da Prefeitura de São João de Meriti.
O encontro por João Cândido será realizado na casa onde o marinheiro morava em São João de Meriti, na Rua Turmalina 1850, bairro Coelho da Rocha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: