Vasco abre negociação para tentar manter Benítez até o fim do Brasileiro, mas Independiente joga duro

Ao lado de Fernando Miguel, Martin Benítez foi o cara na classificação do Vasco na Copa do Brasil, nesta quinta, na vitória sobre o Goiás, na Serrinha. Fez gol, deu assistência, dribles e ainda cobrou com sucesso um dos pênaltis na decisão após o jogo. Resumindo, jogou muito.

Foi o primeiro gol de Benítez com a camisa do Vasco, mas a boa atuação não foi novidade. O argentino está em alta com a torcida, feliz no clube e é um dos expoentes do bom momento da equipe. O que levanta a questão: até quando o Vasco poderá contar com seu camisa 10?

Contratado no fim de fevereiro, Benítez chegou por empréstimo sem custo até dezembro. O Vasco não teve gastos, mas o jogador abriu mão de uma dívida que tinha a receber do clube argentino para jogar no Rio de Janeiro.

O problema é que a paralisação do futebol por conta do coronavírus atrasou o calendário por quase três meses, e o Campeonato Brasileiro será disputado até fevereiro. Atento à situação, o Vasco abriu conversas com Independiente e se movimenta para assegurar o argentino ao menos até o fim da competição.

– Estamos tentando negociar isso, estamos preocupados e já estamos conversando com o Independiente sobre essa possibilidade. Mas nada definido ainda – disse o presidente Alexandre Campello.

Benítez marcou nesta quarta seu primeiro gol pelo Vasco. Argentino está em alta com a torcida — Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

Assim como seus torcedores, o clube está satisfeito com o desempenho de Benítez e avalia, com cautela, a possibilidade de um investimento maior para manter o jogador por mais tempo. Por ora, no entanto, as conversas são no sentindo de segurar o meia-atacante até o fim do Brasileiro. O que não será uma tarefa fácil.

Em contato com o ge, o diretor esportivo do Independiente, Jorge Damiani, foi direto sobre a possibilidade de ampliar por dois meses o empréstimo de Benítez.

– Não é possível – disse Damiani, reforçando que Benítez se reapresenta ao Independiente em dezembro.

Benítez cita desgaste no Independiente, que pretende vendê-lo

Ainda em Goiânia, após marcar seu primeiro gol pelo Vasco, Benítez falou com carinho sobre o Independiente, mas citou desgaste na relação com seu antigo clube e se disse feliz no Vasco.

– Fiquei muito tempo no Independiente, sou muito grato, porque eles me deram a oportunidade de realizar o meu sonho, que era estrear na Primeira Divisão da Argentina. Por ter ficado muito tempo, creio que a responsabilidade caía toda sobre mim. Era o jogador com mais jogos e mais tempo no clube. Creio que uma saída para poder ficar tranquilo com a cabeça me fez muito bem. Muito agradecido ao Vasco de me dar essa oportunidade. Estou desfrutando muito de estar no Vasco e poder fazer o meu jogo.

Em crise financeira, o Independiente não tem interesse em ampliar o empréstimo e pretende negociar Benítez em definitivo. O Vasco está ciente das dificuldades, mas trabalha com paciência e aposta na vontade do jogador. A negociação promete ser arrastada durante os quatro meses que o argentino ainda tem contrato. Enquanto isso, jogador e torcida desfrutam do bom momento do time em campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito