Sirenes instaladas em Queimados alertam sobre os perigos causados pelas chuvas de verão

A Prefeitura de Queimados, por meio da Secretaria Municipal de Defesa Civil, está realizando constantes testes nas dez estações de sirenes localizadas em diversos bairros do município. O objetivo dos alertas sonoros é avisar a população em caso de riscos causados por temporais. A ação faz parte de um pacote de medidas adotadas pelo governo municipal por meio do Plano de Contingências, documento que traça estratégias para evitar inundações e deslizamentos causados pelas fortes chuvas características do verão.

Nesta quarta-feira (6), foi a vez dos bairros Santa Rosa, Flesman (Morro da Torre), Centro (Morro da Caixa D’água) e Nova Cidade (Morro São Simão) receberem as equipes da Defesa Civil e da GridLab – empresa que presta serviços ao Governo do Estado para realização das manutenções preventivas nos equipamentos.

Além desses pontos, a cidade conta com mais seis sirenes de emergência instaladas nos bairros Vale Ouro, Roncador (Morro da Paz), São Bartolomeu, Centro (Morro do Cruzeiro), Primavera (Morro Azul) e Inconfidência. Queimados também conta com dois pontos de apoio centrais nas Escolas Municipais Metodista, no bairro Pacaembu, e Oscar Weinschenck, no Fanchem, para abrigar famílias atingidas em casos de qualquer tipo de catástrofe.

Outra forma de comunicação com a população é o serviço de avisos e alertas de riscos e desastres por meio de mensagem de SMS. Os moradores que desejam receber essas informações devem enviar o CEP de sua residência para o número 40199.

A importância desses alertas também levou a Defesa Civil a buscar outras formas de alertar a população. É o que explica o Secretário da Pasta, Vagner Luiz. “Hoje vivemos uma era tecnológica e por isso precisamos nos adaptar às redes sociais, como uma aliada na comunicação. É uma estratégia para que possamos manter a população informada sobre a possibilidade de chuvas ou informações durante as situações de emergência”, disse o gestor.

PREVENÇÃO É A PALAVRA CHAVE

Além disso, a pasta conta com o apoio de agentes que participaram do projeto “Defesa Civil nas escolas”, ministrado nas escolas públicas da cidade. O projeto já capacitou mais 500 jovens moradores da cidade para atuar junto ao órgão em caso de emergência. Os “agentes” aprenderam conteúdos como: prevenção de acidentes domésticos e incêndios, noções de primeiros socorros e conceitos gerais de Defesa Civil.

“Nosso trabalho é muito importante, aliás, é através dele que mantemos certa estabilidade na cidade. Por isso, buscamos capacitar a população, inclusive os jovens, sobre os procedimentos corretos antes e durante uma catástrofe. O trabalho não é fácil, mas juntos estamos alcançando novos horizontes”, comentou André Faria, Coordenador de Atividades em Educação Preventiva.

Já na próxima segunda-feira (11), a Defesa Civil vai realizar um simulado de mesa junto ao Grupo de Ações Coordenadas (GRAC) formado por representantes de todas as Secretarias Municipais. O encontro, que acontecerá na sede da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Rua Padre Marques, nº 341, Centro) a partir das 14h, consiste em traçar estratégias de ação do governo em caso de emergências na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito