Saúde de Queimados presta contas do 2º quadrimestre de 2020

Audiência Pública realizada na Câmara Municipal apresentou números dos setores que mais se destacaram

Manter os atendimentos e a qualidade da saúde pública mesmo durante a pandemia do novo coronavírus foi um dos desafios impostos à Prefeitura de Queimados, Baixada Fluminense, em 2020. Felizmente, mesmo em meio à crise sanitária que assola o mundo, a cidade tem mostrado eficiência nos serviços prestados à população, como aponta o Relatório de Prestação de Contas do 2º Quadrimestre de 2020, apresentado nesta terça-feira (29) em Audiência Pública realizada na Câmara Municipal.

Entre os setores que se destacaram estão as 18 unidades de saúde que compoẽm a rede de atenção básica, que acumulou mais de 175 mil atendimentos no período; o Centro de Especialidades Médicas e Clínica da Mulher, com 5 mil pacientes atendidos; o Centro de Referência Casa do Idoso, que atendeu cerca de 3 mil pessoas; o Departamento de Saúde Mental, com 4.076 pacientes beneficiados e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) – que teve uma nova base inaugurada em junho – e realizou mais de mil atendimentos de urgência e emergência.

Durante a apresentação do documento, os números alcançados pela Maternidade Municipal Queimados – inaugurada em junho deste ano –  também chamaram a atenção. Com pouco mais de três meses de funcionamento, a unidade trouxe ao mundo 657 novos queimadenses e realizou cerca de 35 mil atendimentos no período analisado (junho, julho e agosto). Entre eles, consultas com ginecologistas, obstetras, psicólogos, nutricionistas e realização de exames.

Qualidade e referência no tratamento de hipertensão e diabetes

Referência na Região Metropolitana do Rio, o Cethid (Centro Especializado no Tratamento de Hipertensão e Diabetes) atende, além dos queimadenses, a população de mais 12 municípios. De acordo com o relatório apresentado, nos quatro primeiros meses do ano, a unidade realizou 49.016 atendimentos. Deste total, 71,27% correspondem à população de Queimados,  21,15% de Nova Iguaçu, 2,74% de Japeri e 1,94% de Belford Roxo.

“Durante esses quatros meses, a Prefeitura trabalhou intensamente para garantir os atendimentos de saúde com qualidade crescente. Além do enfrentamento diário da pandemia do novo coronavírus, entregamos à população a Maternidade Municipal e três Clínicas da Família voltadas ao atendimento das gestantes, reforçando assim os cuidados com os recém-nascidos. Além desse trabalho essencial, inauguramos uma sala de eletroencefalograma e uma de tomógrafo, que atendem uma grande demanda da cidade. Sabemos que ainda há coisas a serem feitas, mas estamos no caminho certo”, afirmou o secretário de Saúde, Elton Teixeira.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito