Quatro cachorros são resgatados em situação de maus-tratos em Cabo Frio

Quatro cachorros foram resgatados pela polícia na manhã desta quinta-feira (29) em uma casa em Unamar, no distrito de Tamoios, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. Os animais estavam magros e em situação de maus-tratos.

De acordo com vizinhos da casa onde os animais foram encontrados, os cães estavam há pelo menos 3 semanas trancados sem comida e sem água. Inclusive, um quinto cachorro foi visto morto dentro do quintal.

Cachorros são resgatados em situação de maus-tratos em Cabo Frio, no RJ — Foto: Arquivo pessoal

Um dos vizinhos conseguiu entrar no quintal e colocar comida e água para os animais. Os moradores disseram que os donos da casa teriam ido para o Rio de Janeiro e, desde então, não foram mais vistos.

Os moradores denunciaram o caso para a Polícia Militar e para o Linha Verde, programa de denúncias de crimes ambientais do Disque Denúncia, na terça-feira (27).

Vizinhos conseguiram entrar no local e alimentar os animais antes de acionarem a polícia — Foto: Arquivo pessoal

Entrou em contato com a Prefeitura de Cabo Frio para saber a quem os moradores devem recorrer em casos como este. O município reforçou que maus-tratos e abandono de animais são crimes. E informou que é preciso acionar a polícia para que medidas sejam tomadas de forma que o proprietário seja penalizado.

Entrou em contato com a polícia para saber se os proprietários da casa já foram localizados e para onde os animais foram encaminhados e aguarda o retorno.

Denúncias de crimes ambientais podem ser feitas ao Linha Verde pelo telefone 0300 253 1177, com custo de ligação local, ou pelo aplicativo Disque Denúncia RJ. O anonimato é garantido.

Crime ambiental

A Lei de Crimes Ambientais prevê pena de detenção de 3 meses a um ano e multa para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.

Também estão sujeitos às mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

A Lei diz ainda que a pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito