Prefeitura do Rio continua atuando na região da Muzema. Defesa Civil faz inspeções

A Prefeitura do Rio permanece na região da Muzema, na Zona Oeste, neste último domingo, 21/04, com ações programadas para o atendimento à população. Após o Corpo de Bombeiros anunciar o fim das buscas por vítimas no local, a Defesa Civil atua com equipes técnicas na região para fazer as inspeções prediais e orientar as demolições necessárias. O trabalho de demolição será conduzido pela Coordenadoria de Operações Especiais (COE) da Serconserva, que elabora um cronograma de ações.

Segue o balanço dos órgãos:

DEFESA CIVIL – A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), está com quatro agentes no local. Os técnicos avaliam a área do desabamento para auxiliar nos preparativos para as demolições programadas, além de orientar e acompanhar moradores que necessitem recolher documentos e pertences que ainda se encontram nas oito unidades interditadas emergencialmente. Desde o início do incidente, o órgão manteve esquema especial de atendimento 24h, em apoio ao trabalho do Corpo de Bombeiros na localização de possíveis vítimas e no atendimento da população.

GUARDA MUNICIPAL – A Guarda Municipal do Rio

 mantém 33 agentes em apoio aos órgãos que permanecem em Muzema após o encerramento das buscas pelo Corpo de Bombeiros. As equipes prestam apoio aos moradores e ao trabalho realizado por técnicos da Geo-Rio e da Defesa Civil Municipal, além de demais órgãos da Prefeitura do Rio. Agentes também seguem na Estrada Engenheiro Souza Filho promovendo a fluidez e controlando o acesso para priorizar a circulação dos veículos de serviço.

ASSISTÊNCIA SOCIAL – As duas bases da Secretaria ficaram no local até quinta feira (18). A partir de então as famílias passaram a ser atendidas no CRAS do território (CRAS Cidadania Rio das Pedras, Rua General José Eulálio, 153 – Anil). Se houver alguma necessidade de atendimento no local, nossas equipes serão acionadas e retornam ao esquema especial de atendimento.

SAÚDE – A Secretaria Municipal de Saúde continuará dando apoio às 10 famílias vítimas do desabamento e que estão desabrigadas. Entre os serviços estão consultas com equipes multidisciplinares, entre elas clínica médica e saúde mental, com psicólogos e psiquiatras, além de acompanhamento pela Estratégia Saúde da Família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: