Prefeitura de Itaboraí investe em alimentação de qualidade

49024978982_34ee280bfc_c

Assim como em todas as 94 unidades escolares que fazem parte da rede municipal de ensino, na Escola Municipal José Ferreira, em Parque Aurora, alimentação escolar é tratado com seriedade pela Prefeitura de Itaboraí, por meio da Secretaria Municipal de Educação Cultura e Turismo (Sectur).

Com aproximadamente 600 alunos, divididos nos turnos manhã e tarde, do Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano) e II (6º ao 9º ano), a escola possui uma alimentação de qualidade, com cardápio variado e nutritivo. Segundo a diretora, Ana Rita Lima, os horários das refeições foram adaptados por conta dos alunos.

“Antes o turno da manhã tinha desjejum às 7h da manhã e almoço a partir das 11, mas eles não estavam satisfeitos, e por conta disso alteramos para café da manhã às 10h e almoço às 12h, e o resultado foi satisfatório. A grande maioria dos alunos se alimenta com a comida da escola, e muitos necessitam desta alimentação. Já o turno da tarde, o almoço é às 12:30h e o lanche às 15h”, disse a gestora, garantindo que eles comem uma comida de qualidade e preparada com carinho.

49024255213_863ff3cab5_c

Dentre os alimentos estão, feijão, arroz, macarrão, chocolate, leite em pó, frutas, legumes, verduras, carnes e outros. E ainda alimentos fornecidos por agricultores rurais do município, que são no mínimo 30%, por meio do Programa Nacional de Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que concede crédito rural aos agricultores e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), que permite o fornecimento de alimentos para o cardápio escolar.

A unidade tem a presença uma vez por semana, da nutricionista do quadro técnico, Bruna Vasconcelos, que acompanha e supervisiona a produção e distribuição das refeições; controle de temperatura dos alimentos e equipamentos. As merendeiras recebem treinamento, como por exemplo, o passo a passo para utilizar corretamente a balança; fluxograma do recebimento de mercadorias; como higienizar as mãos e hortaliças e coleta de amostras.

49024254568_13854b3a24_c

“Na coleta de amostras nós armazenamos separadamente as refeições por três dias, contendo nome da escola, data, horário da coleta e nome do alimento, uma contrapartida caso haja reclamação de intoxicação alimentar e outros. Após três dias, o alimento é descartado. Outro projeto que temos, perante aprovação da Coordenação de Alimentação Escolar da Sectur é o trabalho de Educação Nutricional com os alunos, sendo eles “Semáforo da Alimentação Saudável”, que conscientiza o consumo de alimentos industrializados e “Xô Desperdício”, que conscientiza para o não desperdício de comida”, comentou Bruna.

Ainda segundo a nutricionista, com o projeto “Xô Desperdício”, implantado no início deste ano, a quantidade de resto ingesta (sobra de alimentos no prato dos alunos) diminuiu pela metade. No começo do ano chegou a ter quase 4 quilos de resto ingesta, de ambos os turnos em um dia. Hoje, varia de 300 gramas a 2 quilos por dia. “Com o resto ingesta nós analisamos os alimentos de melhor aceitação pelos alunos”, finalizou Bruna.

49024255123_ca8aca3471_c

Nesta quarta-feira (06/11), a aluna do 6º ano do Ensino Fundamental, Maria Fernanda Marques, 12 anos aguardava ansiosamente pelo horário do almoço. A primeira da fila, a estudante estava feliz por comer uma de suas refeições preferidas, arroz, feijão, purê de batata e carne picada.

“Acabei a aula um pouco mais cedo e vim para a fila do almoço, fiquei sentada escrevendo no meu diário e aguardando o horário do sinal. Eu tomo café da manhã e almoço todos os dias na escola. A comida é muito gostosa”, destacou Maria Fernanda, que desde o 1º ano estuda no José Ferreira.

Quem também aprova a alimentação na escola é o estudante Jonas Alves, 16 anos. Para o aluno, a comida é muito boa e ele come todos os dias, tanto o café da manhã, que nesta quarta-feira foi suco de caju com biscoito salgado quanto o almoço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: