Prefeitura adia transferência do Sambódromo ao Governo do Estado

A Prefeitura do Rio afirmou, nesta quinta-feira, a decisão de adiar a transferência do Sambódromo para o governo estadual. De acordo com a Prefeitura, a decisão segue orientação da Procuradoria-Geral do município e de alguns vereadores que acreditam que a cessão poderia ser contestada na Justiça. 

O acordo entre o prefeito Marcelo Crivella (PRB) e governador Wilson Witzel (PSL) foi realizado no início do mês. Nele, a Prefeitura também continuaria responsável pela administração da festa na Sapucaí, além de continuar com o setor 11 a cargo da Riotur.

Apesar do adiamento, a Prefeitura ressaltou que “considera mantido o clima de parceria com o estado e espera que, como acertado previamente, o governador Wilson Witzel possa assinar o convênio e liberar os recursos para o custeio dos dois hospitais municipalizados, Albert Schweitzer e Rocha Faria”.

Em nota, o governo do estado disse que “continua empenhado em viabilizar o carnaval de 2020. Fará todos os esforços para auxiliar a Prefeitura da capital a efetuar as obras necessárias no Sambódromo. Aguardará as condições técnicas e legais que permitam fazer as adaptações exigidas pelo Ministério Público, no menor tempo possível, para evitar perdas ao turismo e à economia do estado e da cidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: