Prefeito de Petrópolis participa do início da instalação da Ciclorrota

O prefeito Bernardo Rossi participou na noite desta quarta-feira (12.08) do início do processo de demarcação vertical e horizontal de áreas compartilhadas da Ciclorrota, que vai garantir a passagem dos ciclistas em segurança em uma extensão do Centro Histórico. O trecho, de 5,3 quilômetros, vai compreender a Rua do Imperador, Rua da Imperatriz, Rua Raul de Leoni, Avenida Tiradentes Avenida Koeler e Dr. Nelson de Sá Earp. A sinalização vai nortear por onde os ciclistas irão andar, sempre na mão dos veículos e pelo lado indicado. Esse modal está inserido no Plano de Mobilidade Urbana, construído durante a atual gestão. A projeção é que a Ciclorrota seja expandida para outros bairros e distritos.

“A Ciclorrota está inserida dentro do Plano de Mobilidade Urbana de nosso governo. Petrópolis nunca teve um plano ao longo de muitos anos. Hoje iniciamos a pintura e sinalização do trajeto. Essa é uma rota compartilhada, que oferece mais segurança aos ciclistas. A Ciclorrota já existe em todo mundo, em várias cidades brasileiras, de maior porte, de porte parecido com o nosso. Tenho certeza que essa é mais uma vitória para a população”, atesta o prefeito Bernardo Rossi.

Nesse modal, os motoristas também precisam estar atentos e manter o distanciamento lateral de 1,5 metros do ciclista que estiver utilizando a faixa compartilhada, conforme determina o art. 201 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que ainda prevê a redução de velocidade quando for necessária a ultrapassagem sob uma bicicleta. 

“Como petropolitano fico muito contente de ver a cidade se devolvendo. A instalação da Ciclorrota me desperta o senso de cidadania. A Ciclorrota ajuda quem usa a bicicleta e quem não usa. Serve como orientação em educação para os motoristas e ciclistas. Traz muita segurança para quem utiliza a bicicleta. Esse é um investimento de grande valor e um grande passo para a cidade e para a população”, afirma o campeão de Mountain Bike, Henrique Avancini, que prestigiou o início do processo de sinalização.

A Ciclorrota representa o melhor caminho para se trafegar em bicicleta. Costumam ser sinalizadas em caminhos e vias que já existem. A sinalização atua tanto para indicar aos ciclistas quais as melhores ruas para se utilizar, quanto para torná-las ainda mais seguras, diminuindo a velocidade dos automóveis e estimulando o compartilhamento das vias.

Em Petrópolis cerca de 10 mil pessoas na cidade utilizam a bicicleta e quase 300 pessoas usam como meio de transporte fixo. Vale reiterar que esse meio de transporte apresenta, entre outras vantagens, baixo custo para o usuário, maior autonomia e melhor mobilidade, além de ter menor impacto no trânsito e para o meio ambiente.

“Já temos o projeto de extensão da Ciclorrota para Itaipava, ligando o Parque Municipal ao terminal de ônibus. O prefeito já pediu que esse processo seja feito. Vamos investir nesse modal”, afirma o diretor presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

Estavam presentes ao início da sinalização da Ciclorrota o secretário Chefe de Gabinete, Renan Campos; o secretário da Turispetro, Marcelo Valente, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Soares, o superintendente de Esportes e Lazer, Leandro Berg, o presidente da Câmara, Hingo Hammes e o vereador Maurinho Branco.

Panfletagem para conscientizar os motoristas

  Durante essa ao longo da quarta-feira, agentes da CPTRANS fizeram uma panfletagem sobre o funcionamento da Ciclorrota, para motoristas de carros de passeio, ônibus e caminhões que trafegam na área que está demarcada para a Ciclorrota.

“Temos que ter essa conscientização e respeitar a circulação dos ciclistas, que agora contam com a Ciclorrota. Tenho certeza que os motoristas de uma forma geral irão respeitar esse espaço”, aponta o prefeito Bernardo Rossi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito