Polícia Federal apreende em Minas Gerais obra sacra roubada de igreja em Duque de Caxias

Uma obra sacra do século dezoito que havia sido furtada da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, em Duque de Caxias, foi apreendida pela polícia federal em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, na semana passada. A escultura religiosa foi roubada em 1974 e representa uma das esposas do Rei Davi.
 
O recolhimento da obra foi acompanhado por representantes da Diocese de Duque de Caxias, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e contou com a presença de uma especialista em História da Arte, que reconheceu a autenticidade da obra.
 
Ao todo, a Igreja Nossa Senhora do Pilar tem 13 imagens desaparecidas, todas furtadas entre 1960 e o ano 2000. Construída em 1728, a igreja é tombada pelo IPHAN. Desde janeiro, a construção está passando por uma ampla restauração. O IPHAN designou cerca de R$ 2 milhões para as intervenções, que devem ser concluídas até o fim deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito