Polícia cumpre 11 mandados de prisão e confisca hostel avaliado em R$ 550 mil em Arraial do Cabo

A Polícia Civil realiza nesta segunda-feira (5) uma operação para cumprir 11 mandados de prisão contra integrantes do tráfico de drogas que atuam no Morro da Cabocla, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio.

Os 11 mandados de prisão preventiva foram cumpridos, além de três mandados de busca e apreensão de adolescentes e cinco mandados de busca e apreensão domiciliar.

A polícia também sequestrou os bens de um hostel na cidade avaliado em R$ 550 mil. O imóvel teria sido comprado com dinheiro proveniente do tráfico e passou a ser usado como hostel.

De acordo com a polícia, o imóvel pertence a Marcos Duarte Bretanha, conhecido como MK. Ele é apontado como chefe do tráfico da comunidade da Cabocla. O homem está preso desde 2014.

Segundo a polícia, a quadrilha tem relação com criminosos do Complexo da Maré, na capital fluminense.

A ação é realizada por policiais da 25ª DP (Engenho Novo) com apoio de agentes da Região dos Lagos. As investigações são coordenadas pelo delegado titular da 25ª DP, Renato Mariano.

“[O chefe do tráfico] está preso e continua de lá comandando o tráfico de drogas. Hoje foi cumprido mais um mandado de prisão preventiva contra ele. Além dos outros presos e o sequestro do imóvel com todos os bens móveis dentro”, disse o Renato Mariano.

A operação Líbero é a continuação de uma operação que cumpriu 33 mandados de prisão em 2019.

Segundo a polícia, a investigação identificou a ocultação da compra e da origem do valor para a compra do hostel, assim como as pessoas que ajudaram o traficante na compra. Três pessoas foram indiciadas por lavagem de dinheiro.

A reportagem tenta contato com a defesa dos envolvidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito