Polícia apreende Ferrari e outros carros de luxo em ação contra fraudes bancárias em SP

Policiais civis apreenderam na manhã desta quarta-feira (10) uma Ferrari e outros carros de luxo em uma operação contra fraudes bancárias em São Paulo. Pelo menos um suspeito de integrar a quadrilha foi preso.

Os criminosos conseguiram um programa de computador que invadia contas bancárias e desviava o dinheiro para contas fantasmas e de laranjas. Segundo o delegado José Mariano de Araújo Filho, que coordena os trabalhos, o esquema pode ter arrecadado R$ 400 milhões em 18 meses.

De acordo com agentes do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Polícia Civil, o alvo da ação são três principais operadores de fraudes contra clientes de estabelecimentos bancários e de crédito.

Segundo a investigação, foram criadas cinco empresas para movimentar o dinheiro obtido no esquema. Os escritórios ocupam o último andar de uma das torres de um importante centro empresarial no Itaim Bibi, bairro nobre da Zona Sul.

Os oito mandados de busca e apreensão têm como alvos carros que valem mais de R$ 1 milhão, como Ferraris, Lamborghinis, Audis, Porsches, Maseratis, além de joias de grifes internacionais, entre elas coroas, e computadores utilizados nas transações.

São cumpridos mandados de prisões na Zona Sul da capital, na Praia Grande, no litoral e na cidade de Francisco Morato, na Grande São Paulo.

Em uma residência os policiais encontraram uma mala com maços de notas de R$ 100. Armas de airsoft também foram apreendidas.

Intitulada Ostentação, a operação é encabeçada pelo Deic, com apoio de promotores do Núcleo de Investigações de Crimes Cibernéticos (Cyber Gaeco) do Ministério Público. Pelo menos 40 policiais civis, inclusive equipes táticas, participam da operação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *