Petrópolis teve redução de 38,1% no número de óbitos no trânsito entre 2017 e 2018

Os dados do Anuário Estatístico de Acidentes de Trânsito relativo ao ano de 2018 será apresentado no próximo dia 25 de setembro, Dia Nacional do Trânsito. O evento de apresentação será realizado a partir das 14h na Casa dos Conselhos, prédio anexo à Prefeitura. O documento consolida os dados relativos aos acidentes de trânsito que ocorrem ao longo dos 12 meses e reúne informações do Corpo de Bombeiros, PMERJ e Secretaria Municipal de Saúde. O anuário apresenta redução no número de vítimas fatais comparado ao ano anterior: enquanto em 2017 foram registrados 42 óbitos em Petrópolis, em 2018 esse número caiu 38,1%, totalizando 26 mortes.

Petrópolis teve redução de 38,1% no número de óbitos no trânsito entre 2017 e 2018

Os dados do Anuário Estatístico de Acidentes de Trânsito relativo ao ano de 2018 será apresentado no próximo dia 25 de setembro, Dia Nacional do Trânsito. O evento de apresentação será realizado a partir das 14h na Casa dos Conselhos, prédio anexo à Prefeitura. O documento consolida os dados relativos aos acidentes de trânsito que ocorrem ao longo dos 12 meses e reúne informações do Corpo de Bombeiros, PMERJ e Secretaria Municipal de Saúde. O anuário apresenta redução no número de vítimas fatais comparado ao ano anterior: enquanto em 2017 foram registrados 42 óbitos em Petrópolis, em 2018 esse número caiu 38,1%, totalizando 26 mortes.

De acordo com o documento, das 26 mortes registradas em 2018, 19 ocorreram no local do acidente e sete a caminho da unidade de saúde ou durante o tratamento hospitalar. Em território sob jurisdição municipal foram 14 óbitos enquanto em áreas como a BR-040, BR-495, RJ-117, RJ-123, RJ-107 e RJ-134 foram 12 mortes registradas. Um número que chama a atenção é o de vítimas de acidentes com motociclistas: 13, ou seja, 50% das mortes foram de acidentes envolvendo motos – número alto, considerando que até 2018 a frota de motocicletas representava 17% do total de veículos da cidade.

Chama a atenção o número de mortes de motociclistas, por isso a nossa preocupação com esse tipo de modal. Na programação na Semana Nacional de Trânsito, que vai de 18 a 25 de setembro, teremos ações específicas para este público. Com o tema ‘No Trânsito o Sentido é a Vida’, as iniciativas visam dar visibilidade a questão das vítimas, trazendo à frente crianças e adolescentes com trabalhos desenvolvidos dentro das ações educativas, atuando como multiplicadoras dessa iniciativa.

A programação, que será iniciada na quarta-feira (18) vai destacar a participação dos alunos do Liceu Municipal Cordolino Ambrósio, com atividades nas ruas do Centro. Nos dois dias que se seguem, haverá ação educativa voltada aos motofretistas que atuam na cidade. A ideia é levar informações sobre a segurança viária no dia a dia de trabalho da categoria. Na segunda-feira (23) haverá panfletagem de material informativo sobre acidentes de trânsito e segurança viária. Já no dia seguinte (24), o evento Parada Positiva ocorre nas ruas do Centro. Trata-se de uma verificação em motocicletas, distribuição de material informativo para motociclistas em parceria com a Motomundi.

“A programação encerra com a apresentação do nosso anuário, que contará com a presença dos órgãos ligados à segurança viária e é importante termos a participação da sociedade e da própria imprensa para levar esses dados à população. Petrópolis teve, ao longo de 2018, 1.950 acidentes de trânsito, com 1.713 vítimas. Embora tenha sido registrado número menor de mortes, o número de acidentes é ainda maior do que o de 2017, quando foram registrados 1.776 acidentes com 1.589 vítimas. E é essa a realidade que precisamos mudar o quanto antes”, explica o diretor técnico e operacional da CPTrans, Luciano Moreira.

O Dia Nacional do Trânsito foi instituído a partir da criação do Código de Trânsito Brasileiro, em setembro de 1997. O principal objetivo desta data é o desenvolvimento da conscientização social sobre os cuidados básicos que todo o motorista e pedestre deve ter no trânsito.Todos os anos um tema específico é debatido ao longo de toda a Semana do Trânsito. Os temas abordados são escolhidos pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito) e está inserida na Semana Nacional do Trânsito, que ocorre anualmente entre 18 e 25 de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: