Pedro Barros domina e vence etapa de São Paulo do Circuito Internacional de Skate Park

O cara não é uma lenda do skate park à toa. Andando muito e voando no Parque Cândido Portinari, em São Paulo, Pedro Barros derrubou todos os rivais e conquistou o título da etapa brasileira do Circuito Internacional de Skate Park, neste domingo. Beirando a perfeição, Pedrinho bateu 88,63 e foi absoluto dentro de casa. Além do catarinense, o Brasil conseguiu a dobradinha com Luizinho Francisco, que na quarta volta tirou 86,50. O terceiro lugar foi do americano Tristan Rennie, com 84,63. Mais cedo, no feminino, Yndiara Asp, brasileira, também foi campeã.

– De certa forma a gente que anda de skate sabe como funciona. Vi que era muito difícil chegar na nota que fiz na segunda volta. Na eliminatória ninguém chegou perto. E quando o Luizinho fez a última volta, foi demais, achei que até dava. Ter dois brasileiros no pódio é muito legal, e a Yndiara também entre as meninas. Todo sai daqui se sentindo campeão porque é muito legal tudo isso aqui. O público ainda espera sempre o primeiro lugar, mas essa conquista aqui, de tantos brasileiros no topo do skate, uma pista desse nível, todo mundo curtindo, é a verdadeira vitória – disse Pedro Barros.

Pedro Barros não deu chances para ninguém desde o começo. Logo na primeira volta, já conseguiu um 84 alto de nota que pressionou os rivais. Na segunda volta, Luiz Francisco, outro brasileiro, conseguiu o segundo lugar, numa dobradinha brasuca. E aí Pedro Barros tratou de subir ainda mais o sarrafo ao tirar 88,63 com manobras impressionantes no park.

O havaino Heimana Reinolds, que havia andado muito bem no sábado, não conseguiu manter o nível neste domingo, e ao fim da segunda volta estava fora do pódio. Pedro Quintas, também do Brasil, era o quarto com 80,83. Terceiro brasileiro na final, Pedro Quintas tinha tudo para atingir o pódio na terceira volta, mas caiu e sentiu o pulso, recebendo atendimento médico. Logo depois Luiz Francisco também errou e deixou tudo para a última volta.

Pedro Barros vacilou na terceira tentativa, mas seguida na ponta. Heimana Reinolds, pressionado, caiu no meio da terceira volta. Na última volta, Tristan Rennie, até então terceiro, foi para o segundo lugar com 84,63, ultrapassando o brasileiro Luiz Francisco. Mas Luizinho não se deu satisfeito com a posição e na quarta volta começou com uma manobra de street para depois fazer a sua melhor volta na final, tirando 86,50 e assumindo o segundo lugar para não perder mais.

Em setembro, São Paulo volta a ser a capital do skate park com o Mundial da categoria. O Circuito Internacional não conta pontos para o ranking olímpico que distribui vagas para a Olimpíada de Tóquio 2020, que marcará a estreia da modalidade no programa do Comitê Olímpico Internacional. Assim, a disputa serve como preparação e possibilidade para os brasileiros conhecerem melhor os rivais pela vaga no Japão.

A próxima etapa do Circuito Internacional de Park acontece em Montreal, no Canadá, entre os dias 12 e 13 de julho. As meninas também estarão em ação na cidade canadense. Depois, o circuito desembarca em Paris, na França, e Salt Lake City, nos Estados Unidos.

Masculino
1º – Pedro Barros (BRA) – 88,63 
2º – Luiz Francisco (BRA) – 86,50
3º – Tristan Rennie (EUA) – 84,63

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito
%d blogueiros gostam disto: