Pacientes de Rio Bonito recebem cuidados de saúde em casa

O Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) completa oito anos desde a sua implantação pelo Ministério da Saúde. O serviço, que faz parte do Programa Melhor em Casa, é indicado para pessoas que apresentam dificuldades temporárias ou definitivas de sair do espaço da casa para chegar até uma unidade de saúde, ou ainda para pessoas que estejam em situações nas quais a atenção domiciliar é a mais indicada para o seu tratamento, evitando hospitalizações desnecessárias e diminuindo o risco de infecções, além de estar no aconchego do lar.

Através do programa, os serviços ofertados pela rede de atenção básica do município são levados até as residências. Atualmente, 100 pacientes recebem o auxílio. O suporte domiciliar é oferecido por uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionista, psicólogo, técnico de enfermagem e fonoaudiólogo. Os profissionais se revezam no acompanhamento dos pacientes de acordo com a necessidade de cada um.

“Esse atendimento domiciliar tem nos ajudado bastante, pois o meu marido, que está acamado, recebe tratamento médico sem precisar sair da nossa casa, afirma Dilciléa Garcia de Souza, esposa de Neilton Almeida, 68, morador do Ipê.

Os usuários do SAD são pessoas portadoras de doenças crônicas com dificuldade de locomoção, pacientes em processo de reabilitação motora ou respiratória, pacientes que precisam de curativos complexos, entre outros.

“Durante os atendimentos domiciliares é feito todo o acompanhamento da saúde do paciente. São realizados procedimentos padrões de aferição de pressão arterial, glicose, entre outros, além da coleta de material para análise laboratorial se necessário”, garante a Coordenadora do Serviço de Atenção Domiciliar, Roberta Frias Dermier.

O SAD surgiu para agregar, fortalecer o que já vem sendo feito pelas equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF).

“O programa é de fundamental importância para a manutenção da saúde dos pacientes em suas residências, evitando a necessidade de internação. Isso muitas das vezes contribui para a agilidade da recuperação do paciente, que consegue se cuidar ao lado de seus familiares, em seu ambiente de conforto, afirma a secretária de saúde, Dailane Magalhães.

A sala do SAD fica no Posto de Saúde Central, na Rua Dr. Getúlio Vargas, 109,  em frente a Caixa Econômica Federal – e funciona de segunda a sexta das 8h às 16h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito
%d blogueiros gostam disto: