Orientadores educacionais recebem capacitação sobre violência em Nova Iguaçu

Violência na família, escola e sociedade; intolerância racial, sexual e religiosa; automutilação e prevenção ao suicídio. Estes são alguns dos temas que serão abordados na terça-feira 9 de julho, em mais uma ação do projeto Sementes da Paz, que vai acontecer na Casa do Professor, sede da Secretaria Municipal de Educação de Nova Iguaçu.

A ação é uma parceria do Departamento de Ações Pró-Sustentabilidade (Deape), do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, com a Escola de Governo da Prefeitura de Nova Iguaçu.

As atividades serão das 9h às 12h e das 14h às 17h. O público alvo são os orientadores educacionais da rede municipal de ensino. Na primeira etapa do projeto na cidade, realizada na terça-feira (2), foram capacitados 100 orientadores educacionais. O objetivo é formar alunos promotores da paz nas escolas e desconstruir a imagem de jovens violentos.

O projeto Sementes da Paz foi criado pelo Tribunal de Justiça em 2015 e tem entre seus objetivos oferecer aos professores maior capacitação na área de Violência Doméstica, a partir de palestras e grupos reflexivos, objetivando o desenvolvimento de um olhar crítico e preventivo na educação dos alunos que vivenciam a violência doméstica.

Para a secretária de Educação de Nova Iguaçu, Maria Virgínia Andrade Rocha, a realização das ações do Sementes da Paz em Nova Iguaçu é importante para capacitar os profissionais da rede sobre o tema. “A escola é uma instituição muito importante na formação de uma pessoa. Através do relacionamento escolar o aluno aprende noções coletivas de respeito, deveres e responsabilidades, para uma convivência pacífica. Com a capacitação dos orientadores educacionais vamos fazer uma série de monitoramentos pra avançar em ações específicas dentro das unidades escolares”, disse a secretária.

O projeto conta com o trabalho de profissionais do Deape e aborda temas como a violência, adolescência e bullying, entre outros. Na terça-feira (2) as psicólogas do Deape Márcia Fayad e Amanda Rangel deram palestras e desenvolveram dinâmicas com o tema “ A paz é a gente que faz, a paz começa comigo” para serem apresentadas nas escolas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: