Orientado por Jorge Jesus, Léo Pereira inicia fase pós-quarentena como titular e vibra: “Feliz demais”

O zagueiro Léo Pereira aproveitou bem o período de treinos de preparação para o retorno do futebol e conquistou a posição de titular no Flamengo ao lado de Rodrigo Caio. Foi assim na vitória por 3 a 0 sobre o Bangu, no última dia 18. O tempo ao lado de Jorge Jesus foi importante para se adaptar melhor ao que deseja o treinador.

O fato de ser canhoto e ter uma boa saída de bola foram trunfos importantes na disputa com Gustavo Henrique. Se for confirmado para a próxima partida, quarta-feira, contra o Boavista, no Maracanã, Léo Pereira fará apenas seu décimo jogo pelo Flamengo.

Nos nove jogos que disputou até agora, o time venceu todos. Apesar de ser apenas um início de história no clube, Léo Pereira está muito motivado.

– Estou feliz demais com meu momento – afirmou Léo Pereira

Confira o bate-papo com o zagueiro:

O que acredita ter sido mais importante para retornar após a parada como titular?

Léo Pereira: Tenho trabalhado bastante para ganhar meu espaço no Flamengo. Meus companheiros e a comissão passam confiança para eu poder jogar. Estou feliz demais com meu momento. Sempre dizemos que não há titulares ou reservas, tem o Flamengo. Ponto. Sem vaidade e com muita humildade, a disputa por posição aqui é sadia. Quem joga corresponde, e isso só mostra a força do nosso elenco.

Considera que já tenha feito alguma mudança em sua forma de atuar, apesar do pouco tempo de trabalho com Jorge Jesus? Algum ajuste foi feito neste período antes do retorno aos jogos?

Conversamos bastante, ele me passa algumas orientações tanto defensivas quanto ofensivas, e tenho buscado seguir isso. A confiança que ele tem e a humildade de nos ensinar diariamente foram fundamentais para que eu me adaptasse rápido.

Acredita que suas características vão encaixar bem com as do Rodrigo Caio?

O elenco não tem vaidade, todos sabem o que fazer dentro de campo, e o entrosamento acaba sendo natural. O Rodrigo é um jogador primoroso, tem muita técnica, espero que a gente possa trazer muita segurança defensiva para o time –

Ano passado você enfrentou bastante o Flamengo pelo Athletico-PR. Como é a sensação agora de não ter que encarar Gabigol, Bruno Henrique e Cia?

São grandes jogadores, sem dúvida nenhuma. Estou feliz de poder fazer parte desse elenco, que provou ano passado a sua qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito