Novo surto de Covid-19 abre espaço para molecada de Xerém no profissional do Fluminense

Diferentemente do primeiro surto de Covid-19 em setembro, a segunda onda do novo coronavírus no Fluminense aconteceu aos poucos, mas deixou o clube com oito casos ativos só no elenco profissional: Muriel, Danilo Barcelos, Yuri, Digão, Hudson, Michel Araújo, Nino e Egídio – os três últimos se reapresentam neste sábado após cumprirem os 10 dias de quarentena.

Pega o colete: André deve ter sua segunda chance como titular — Foto: Mailson Santana / Fluminense FC

Os muitos desfalques – que incluem ainda Fred, em transição física, Yago, que se recupera de lesão, e Dodi, afastado pela diretoria – abriram espaço para a molecada da fábrica de talentos de Xerém. Durante a semana, muitos garotos do sub-20 subiram para completar os treinos, como por exemplo o zagueiro Emanoel (19 anos), o volante Nathan (18), o meia Gabriel Majela (18)

Outras três promessas que estavam jogando pelo time sub-23 também foram puxadas pelo técnico Odair Hellmann: o volante Martinelli (19 anos), o zagueiro Luan Freitas (19) e o lateral-direito Daniel Lima, o Dani Bolt (21). Eles serão relacionados para a partida contra o Bragantino na próxima segunda-feira, às 20h (de Brasília), no Maracanã, e o primeiro deve ser titular e estrear pelo time principal.

Volante Nathan foi uma das caras novas nos treinos da semana — Foto: Mailson Santana / Fluminense FC

Visto com grandes expectativas no clube, Martinelli deve jogar no meio de campo ao lado de André (19 anos), que até há pouco tempo também estava no sub-23 e foi puxado por Odair. A dupla formará pela primeira vez no profissional uma parceria que fez sucesso na base e foi parte da “geração de ouro” no sub-17, quando foram campeões carioca e vice da Copa do Brasil e da Taça BH em 2018.

O time deve ter ainda outros garotos, mas que já estão há mais tempo no profissional: Calegari (18 anos), Marcos Paulo (19) e Luiz Henrique (19), este último que já foi titular e deve começar no banco. Se considerar outros pratas da casa já mais velhos, como Marcos Felipe (24 anos), Igor Julião (26) e Wellington Silva (27), o Fluminense terá mais da metade da equipe revelada em Xerém.

Cotado para estrear no profissional, Martinelli é considerado joia no Flu — Foto: Mailson Santana / Fluminense FC
A provável escalação tricolor tem: Marcos Felipe, Calegari, Luccas Claro, Matheus Ferraz e Igor Julião (improvisado na esquerda); André, Martinelli e Nenê; Lucca, Wellington Silva e Marcos Paulo.

A tendência é que Nino, Egídio e Michel Araújo sequer sejam relacionados pelo tempo de inatividade por causa da Covid-19. Como o Fluminense só jogará nesta rodada na segunda-feira, Odair ainda terá mais dois dias de treinos para definir a escalação e entrosar a equipe cheia de caras novas. Com 35 pontos, o Fluminense é o quinto colocado do Campeonato Brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito