Nove escolas de Rio Bonito serão beneficiadas pelo Programa Educação Conectada

As escolas municipais Professor Honesto de Almeida Carvalho (EMPHAC), Maurício Kopke, Astério Alves de Mendonça, Albino Thomas de Souza Filho, Raubino Pereira de Mesquita, Rômulo Tude, Serra do Sambê, Professora Maria Lydia Coutinho e o Espaço Municipal de Ensino Supletivo (EMES) serão beneficiadas com a implantação do Programa Inovação Educação Conectada, a partir do ano que vem. A secretaria de Educação, através do Departamento de Programas e Projetos da SEME, aderiu ao programa do Ministério da Educação (MEC), com o objetivo de apoiar a universalização do acesso à internet de alta velocidade e fomentar o uso pedagógico de tecnologias digitais na Educação Básica.

No início do ano, três escolas municipais de Boa Esperança: Ângelo Longo, Maria Thereza Chehab de Carvalho e Dr. Kingston Guimarães de Souza Motta, que ficam na zona rural, já tinham sido beneficiadas. Os alunos passaram a ter acesso aos recursos educacionais digitais (laptop) e incentivo à produção, aquisição e socialização de recursos entre as redes de ensino.

Para o prefeito José Luiz Alves Antunes a iniciativa de iniciar os alunos no mundo digital é cada vez mais urgente.

“Trazer o mundo digital para a sala de aula, para as escolas favorece a aprendizagem. Se antigamente o professor tinha o giz e o quadro, hoje as ferramentas são mais amplas. Os alunos estão cada vez mais conectados e as escolas precisam estar também. Iniciamos a implantação do projeto pela área rural e a partir do ano que vem levaremos para mais escolas, dessa vez, na região central. Vamos buscar apoio para todas as unidades escolares”, declarou o prefeito.

“Esse novo convênio beneficiou nove escolas urbanas. A partir de 2020, essas escolas poderão contratar serviço de internet para uso pedagógico e de melhoria na infraestrutura na parte de tecnologia da informação (TI). As escolas da zona rural são contempladas apenas com a antena para captar o sinal de internet via satélite”, explica a Coordenadora do Departamento de Programa e Projeto da secretaria de Educação, Mônica Magrini.

Educação Online – O programa, uma parceria entre os ministérios da Educação (MEC) e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, pretende universalizar o acesso à internet de alta velocidade via satélite nas escolas rurais, a formação de professores para práticas pedagógicas mediadas pelas novas tecnologias, além de incentivar o uso de conteúdos educacionais digitais em sala de aula. A adesão também prevê o oferecimento de cursos de formação sobre o uso da tecnologia em sala de aula para os profissionais de ensino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito
%d blogueiros gostam disto: