Nova Iguaçu faz projeto de prevenção nas escolas

A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil de Nova Iguaçu, em parceria com a Secretaria de Educação, realizou nesta sexta-feira (18), o projeto ‘Escolas Seguras – Desenvolvendo a Resiliência Através da Educação’, que atenderá a rede municipal de educação (pré-escola e 1º e 2º seguimentos). Cerca de 1.500 crianças de duas escolas municipais: Barão de Tinguá, em Tinguá e Douglas Brasil, na Cerâmica, participaram do exercício simulado de desocupação de emergência.
O objetivo é desenvolver uma cultura de prevenção não só no âmbito escolar como em toda a cidade, tendo como base os pilares estabelecidos pela ONU em seu programa ‘Iniciativa Mundial para Escolas Seguras’.
O superintende da Defesa Civil, major Vilson Santos, disse que a ideia é fazer o evento em todas escolas nos quatro anos de governo.

“São feitas atividades com palestras e distribuição de informativos, treinamento para desocupar a escola numa situação de emergência e simulação de incêndio. Este ano 17 escolas serão contempladas. Cinco escolas já passaram pelo projeto”, afirmou.

Já o secretário de Educação de Nova Iguaçu, Alex Castellar, lembrou que o projeto é de prevenção. “Projeto é importante, pois no Brasil a cultura é de tomar providências depois que as coisas acontecem. O cidadão desde criança já tem essa ciência dos riscos de acidentes e catástrofes. No Japão e Alemanha, por exemplo, dão conta do recado e não enfrentam

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *