Nova Iguaçu capacita profissionais de saúde das Upas municipais

Imagem relacionada

Profissionais de saúde das Unidades de Pronto Atendimento de Nova Iguaçu (UPAs) estão recebendo capacitação sobre o vírus H1N1 (Influenza). Eles estão sendo orientados sobre como realizar o diagnóstico rápido dos sintomas e sobre as medidas preventivas e protocolos técnicos a serem seguidos durante os atendimentos de pessoas com sintomas da gripe. Nesta terça-feira (14), foi a vez dos médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e farmacêuticos da Upa de Comendador Soares participarem da atividade.
A capacitação está sendo feita pela coordenadora de Controle de Infecção Hospitalar de Nova Iguaçu, Barbara Wanderley Varella. A ação já foi realizada na Upa de Vila de Cava e na próxima semana será a vez da Upa de Austin. 
“É essencial manter os profissionais de saúde atualizados. Orientamos e apresentamos quais são as ações corretas a serem tomadas em caso de suspeita do vírus”, explica a coordenadora. “Neste período a circulação do vírus da gripe aumenta e com isso, os atendimentos nas unidades de urgência e emergência também. Com os profissionais de saúde treinados para saberem como agirem em caso de suspeita, as medidas necessárias são tomadas de forma mais ágil”, afirma o secretário municipal de Saúde de Nova Iguaçu, Manoel Barreto, ressaltando a importância da vacinação. “Estamos em plena campanha de vacinação, que acontece em todo país até o dia 31 deste mês. Em Nova Iguaçu são mais de 50 unidades de saúde vacinando. As pessoas dentro do público alvo, devem ir aos postos de saúde o quanto antes. A vacina é a melhor prevenção contra o vírus”, garante o secretário. 
O público alvo da campanha contra gripe inclui crianças até seis anos (5 anos 11 meses e 29 dias), idosos com 60 anos ou mais, gestantes, puérperas até 45 dias após o parto, profissionais de saúde, indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e professores de escolas públicas e privadas. Também foram incluídos os militares, que devem apresentar carteira funcional. Até o momento, foram vacinadas cerca de 39 mil pessoas, pessoas, número muito abaixo da meta da Secretaria Municipal de Saúde, que é vacinar cerca de 200 mil iguaçuanos até o fim da campanha. 
A Influenza é uma infecção respiratória aguda e é transmitida por saliva. Os sintomas principais são febre súbita, seguida de tosse, dor de garganta e de cabeça. Este ano, Nova Iguaçu teve três casos suspeitos e um confirmado. A lista completa dos postos de saúde que estão vacinando está no site da Prefeitura, www.novaiguacu.rj.gov.br. Os postos funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: