No rastro de Puskás: Cristiano Ronaldo inicia Copa em busca de novo recorde

Cristiano Ronaldo é um obcecado por vitórias. Atual melhor do mundo e principal referência de Portugal, o craque inicia a Copa do Mundo nesta sexta-feira, às 15h (de Brasília), no clássico contra a Espanha, em Sochi, de olho em um novo recorde.

Maior artilheiro da história de Portugal, com 81 gols, ele está a três de igualar Ferenc Puskás, goleador máximo da Hungria (84 bolas na rede) e segundo na lista geral de artilheiros de todas as seleções. O primeiro é Ali Daei, do Irã, com 109 bolas na rede.

Nessa corrida, CR7 ultrapassou Pelé, maior artilheiro da Seleção, em agosto de 2017. O Rei marcou 77 vezes pelo Brasil – esse é o número seguindo os critérios da Fifa, nos quais partidas contra times de combinados não entram na conta, enquanto a CBF contabiliza 95 bolas na rede para o Atleta do Século XX).

Na história do Real Madrid, Cristiano Ronaldo leva vantagem sobre Puskás com sobra: são 451 gols do português, goleador máximo do clube, contra 242 do ídolo húngaro, quinto na lista merengue.

Aos 33 anos, CR7 fez em 2016/2017 a temporada mais artilheira da carreira pela seleção, com 18 gols em 14 jogos, incluindo partidas das eliminatórias europeias.

Depois da Espanha, CR7 terá ao menos mais dois jogos na fase de grupos com Portugal, contra Marrocos e Irã, na tentativa de virar o segundo da lista geral de artilheiros das seleções.

Saiba alguns dos feitos de Cristiano Ronaldo:

  • Único jogador em atividade a ganhar 5 Liga dos Campeões
  • Eleito cinco vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa, ao lado de Messi
  • Maior artilheiro da história da seleção de Portugal, com 81 gols

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *