Na corda bamba, Vasco tenta melhorar aproveitamento no Mané Garrincha para não entrar no Z-4

As quatro derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro deixaram o Vasco muito perto de entrar na zona de rebaixamento. A tendência é de que um resultado negativo no clássico com o Flamengo, sábado, em Brasília, empurre a equipe para o grupo dos quatro últimos. Para que isso não aconteça e o clima com a torcida melhore um pouco, o Vasco terá que melhorar seu desempenho no Mané Garrincha.

O jogo deste sábado será o 11º da equipe cruz-maltina no estádio, e até agora apenas uma vitória foi conquistada, em 2016, contra o Vila Nova. O retrospecto aponta ainda cinco empates e quatro derrotas. Alberto Valentim, que será o sétimo técnico a comandar o Vasco no Mané Garrincha, acredita na vitória sobre o Fla.

Nos quatro clássicos com o Rubro-Negro, foram três empates e uma vitória do rival.

– É um clássico, e o torcedor vascaíno vai para Brasília nos ajudar. Os torcedores podem acreditar na nossa reação – disse o treinador.

Mais mudanças na equipe

Alberto Valentim terá que fazer ao menos duas mudanças no time, já que Desábato está suspenso e Wagner rescindiu seu contrato na justiça. Pikachu, que iniciou no banco o jogo contra o Vitória e foi expulso, também não joga.

O treinador, por outro lado, tem a chance de ter novamente à disposição quatro jogadores que estavam em fase de recondicionamento físico: Giovanni Leandro Castan, Henríquez e Rafael Galhardo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *