Mercado imobiliário de Petrópolis se mantém ativo apesar da pandemia de covid-19

Com expectativa de crescimento projetada nos primeiros meses do ano, o mercado imobiliário é um dos poucos setores que se mantém movimentado apesar das medidas sanitárias adotadas desde meados de março em função da pandemia de covid-19. Profissionais da área apontam que a instabilidade do mercado financeiro vem direcionando os investimentos na aquisição de imóveis – considerados mais seguros. – O que percebemos no contato com as pessoas com as quais conversamos é que neste momento está todo mundo muito reticente, não querendo perder liquidez, porém existe um medo de inflação, e isso está levando as pessoas para uma demanda por imóveis, ao invés de aplicação em bancos – pontua o arquiteto e empresário Rodrigo Simão, um dos responsáveis pelo Shopping Petrópolis, um dos maiores empreendimentos da cidade.
– As condições neste momento são muito favoráveis para a aquisição de imóveis. Os investidores vão atrás de negócios seguros e neste sentido, a compra de imóveis é sempre a melhor opção, pois é o investimento em um patrimônio. Em 33 anos de atuação neste mercado nunca vi nenhum cliente perder dinheiro com imóveis. É a melhor opção de investimento e o momento é muito favorável para a compra – considera o corretor Gilmar Veiga.
– Neste momento de instabilidade, os investidores optam pelo mercado de imóveis porque se sentem mais seguros. Na prática a liquidez e a rentabilidade dos investimentos em imóveis estão gerando resultados mais rápidos e mais concretos do que outros investimentos, o que mantém o mercado girando – analisa o também corretor e administrador de imóveis, Murilo Maciel, que há 10 anos atua no setor.Residencial Cenário de Monet – Petrópolis – Riooito
Características da cidade, como segurança e qualidade de vida – além da proximidade com a capital – atraem não apenas os investidores,mas também os cariocas que, com a possibilidade de “home office” tem optado por morar em Petrópolis. – No contato com os corretores verificamos que neste período há uma busca grande de pessoas do Rio por imóveis tanto para locação quanto para compra na cidade. As pessoas têm buscado uma mudança de vida, uma proximidade maior com a natureza, tão presente em Petrópolis – pontua o empresário Rodrigo Simão.
A migração de cariocas para a cidade também é apontada pelo diretor presidente da empresa Solidum, Osmar Mussi Felix, com um dos fatores que mantiveram o mercado imobiliário ativo na cidade.
– O mercado imobiliário em Petrópolis teve um aquecimento forte durante a pandemia porque com a possibilidade de home office muitas pessoas de fora “descobriram” Petrópolis. São aquelas famílias que têm apartamentos maravilhosos no Rio de Janeiro, mas quando precisaram ficar dentro de casa por conta da quarentena, não conseguiram e quiseram um imóvel com outro perfil. Elas começaram então a procurar por casas com jardins e área verdes em Petrópolis. O primeiro movimento neste sentido foi de locação, mas agora começamos a perceber o interesse das pessoas por imóveis até menores, mas que são próximos as áreas verde, com pátio, áreas arborizadas, o que favorece muito os negócios em Petrópolis, que é uma cidade em que todo quarteirão tem uma floresta, uma área verde – pontua o empresário Osmar Mussi Felix, que está trazendo para a cidade um empreendimento no modelo “cooliving”.
– É um modelo de empreendimento em que a pessoa compra um imóvel pequeno, mas no mesmo local tem áreas de uso comum ampla. Com base neste conceito começamos a desenvolver um projeto e já vamos iniciar um empreendimento na Barão do Rio Branco, onde era o Seminário São Vicente de Paulo – conta Osmar Felix, destacando que o projeto já está aprovado e as intervenções começam em setembro.
– Tradicionalmente Petrópolis atraí pessoas de fora, mas normalmente as pessoas esperavam se aposentar para vir morar na serra. A pandemia está gerando uma mudança neste perfil dos cariocas. Como as empresas adotaram o home office, as pessoas estão percebendo que podem antecipar este plano de morar na serra e temos verificado uma demanda maior não só por empreendimentos, mas também por terrenos, principalmente na região dos distritos – destaca o corretor Murilo Maciel.
Taxas diferenciadas de financiamento também incentivaram quem sonha em ter um imóvel próprio e movimentam o setor. – A reação do mercado me surpreendeu. observamos uma parada em março e abril, mas de lá pra cá o movimento voltou a crescer. As opções de financiamento do mercado, com taxas diferenciadas contribuíram muito para isso. O mercado tem hoje as melhores opções de financiamento e o valor de mercado dos imóveis também está ad3equado ao momento. Esta é a hora para quem quer comprar um imóvel – afirma o corretor Gilmar Veiga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito