Meninos presos em caverna na Tailândia dizem em carta a familiares que estão bem

Os 12 meninos e o técnico presos em uma caverna do norte da Tailândia há duas semanas, conseguiram conversar com seus familiares através de cartas em que compartilham uma mensagem comum: “Estamos bem”.

Integrantes da elite da Marinha tailandesa publicaram neste sábado (7) as mensagens em seu perfil no Facebook. As cartas foram transportadas através de túneis subterrâneos parcialmente inundados ao longo da cavidade subterrânea para serem entregues aos parentes.

Essa foi a primeira comunicação deles com os pais, que acompanham os esforços de resgate na entrada da caverna, já que a instalação de uma linha telefônica falhou.

Night, que fez aniversário dentro da caverna, pede que os familiares não se preocupem com ele.

Tan, que é chamado de “Titan” pelos amigos, pediu que o irmão “esteja preparado para me trazer frango frito”, segundo a BBC.

Uma das mensagens trazidas pelos mergulhadores diz: “Não se preocupem, nós somos fortes”, de acordo com a transcrição feita pela France Presse.

Treinador pede desculpas

O treinador Ekapol Chanthawong, que é o mais velho do grupo, demonstrou sentimento de culpa em sua mensagem. Ele é alvo de críticas no país por ter levado os meninos a uma caverna que poderia ficar inundada durante as chuvas de monção.

Os familiares responderam que ele não deveria se culpar, segundo a BBC. “Os pais e as mães não estão zangados com você. Obrigado por ajudar a cuidar das crianças”, disse um casal. Outro escreveu para o filho: “Diga ao técnico Ake: ‘Não pense demais’. Não estamos chateados com ele”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito