Maioria dos infectados por Covid em Nova Friburgo tem mais de 60 anos

Desde o início da pandemia as autoridades de saúde de todo o mundo instituíram como grupo de risco para a Covid-19 as pessoas acima dos 60 anos de idade e os portadores de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e asma, já que estão mais suscetíveis a complicações em decorrência do coronavírus. As medidas de restrição para o funcionamento de diversos setores e de isolamento social tinham como um dos principais objetivos proteger justamente esse público do contágio da doença.

É importante frisar que as chances de contágio são as mesmas para todas as faixas etárias, porém, o risco de agravamento da doença aumenta a medida em que a idade do paciente avança. Por isso, no mundo todo, inclusive em Nova Friburgo, a recomendação é que essas pessoas fiquem afastadas de suas atividades profissionais (presenciais), bem como evitem sair de casa sem necessidade e redobrem os cuidados com a higiene, sobretudo no que se refere a lavagem frequente das mãos com água e sabão e álcool gel 70%, uso de máscara facial e a limpeza de objetos e superfícies.

Porém, mesmo com tantas recomendações e medidas impostas para preservar esse público, pelo menos em Nova Friburgo as pessoas acima de 60 anos de idade são as mais infectadas pela doença desde o início da pandemia. De acordo com dados disponibilizados pela Prefeitura de Nova Friburgo, através do Comitê Operativo Emergencial de Saúde (COE), no Painel Covid, 21,7% dos friburguenses que contraíram a doença têm 60 anos ou mais. Isso corresponde a 796 casos, de um total de 3.674 infectados, já que os números foram atualizados pela última vez no último dia 23.Idoso caminha de máscara pela Av. Alberto Braune: grupo de risco (Foto: Henrique Pinheiro)

Apesar de os idosos liderarem a lista, cabe ressaltar que a distribuição de casos por faixa etária está bem dividida. O segundo público mais atingido pela Covid-19 em Nova Friburgo foi o de pessoas entre 40 a 49 anos (770 casos, ou 21%). Depois aparece o grupo de 30 a 39 anos (763 casos, ou 20,8%); 50 a 59 anos (631 casos, ou 17,2%); e 20 a 29 anos (528, ou 14,4%).

Entre as crianças, apesar do risco menor de complicações em decorrência da Covid-19, elas também são alvo da doença. E o pior, por serem – em sua maioria – assintomáticas, elas podem ser os principais vetores da doença, infectando idosos e pertencentes do grupo de risco. Ainda de acordo com os dados do Painel Covid da Prefeitura de Nova Friburgo, 18 crianças menores de 1 ano de idade já contraíram o coronavírus (0,5% do total); de 1 a 4 anos foram registrados 25 casos (0,7%); de 5 a 9 anos foram 35 casos (1%); de 10 a 14 anos foram 29 casos (0,8%); e de 15 a 19 anos foram contabilizados 79 casos da doença (2,2%).

Distribuição por sexo e bairro

O Painel Covid da Prefeitura de Nova Friburgo também informa a incidência do coronavírus entre homens e mulheres, bem como a distribuição por bairros no município. De acordo com os dados, as mulheres continuam sendo as maiores vítimas da Covid-19. Do total de infectados, 1.989 casos atingiram as mulheres (54,1% do total) e 1.685 acometeram homens (45,9%).

Na distribuição por bairros, o centro da cidade continua sendo o local com maior índice de infecção pela doença, com 508 notificados até agora (13,8% do total). Em seguida aparece o bairro de Olaria, o mais populoso do município, com 438 casos confirmados desde o início da pandemia – ou 11,9% do total. Em terceiro está o distrito de Conselheiro Paulino, com 337 casos (9,2% do total). Já o bairro Cônego registrou até agora 247 casos (6,7% do total do município).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito