Luccas Claro recusou Turquia para ficar no Fluminense e revela já ter sido menosprezado por sua altura

A edição #84 do Podcast GE Fluminense recebeu um convidado que desarma geral: o zagueiro Luccas Claro, destaque do time de Odair Hellmann em 2020 (ouça no player acima ou em sua plataforma de preferência). Em bate-papo descontraído por videoconferência com os setoristas tricolores do ge, o defensor não fugiu de nenhum assunto, desde a adaptação tardia à recusa de uma proposta do (impronunciável) Gençlerbirligi, da Turquia, para renovar com o Flu:

– É verdade, teve uma proposta, mas, enfim, são coisas do futebol que acabaram acontecendo. Mas Deus sabe de todas as coisas, está no controle. Eu não queria naquele momento (no ano passado) ter retornado ao Brasil, mas a gente precisa ter a cabeça no lugar, ter tranquilidade. Hoje eu vejo o quanto compensou, valeu a pena. Estou sendo feliz aqui no Fluminense – afirmou.

Se hoje está valorizado no mercado, o zagueiro de 1,80m teve que engolir a seco o orgulho para superar menosprezos por sua altura ao longo da carreira:Luccas Claro ao lado do filho Levi Lucca, durante gravação do podcast — Foto: Juliana Perazzini / ge

– Eu já ouvi muito: “Ah, não tem estrutura para ser zagueiro. É bom jogador, mas não tem altura”. Então treinei muito cabeceio, muita impulsão, fiz muito esse tipo de trabalho de bola parada, ofensiva e defensiva. Então não é por acaso – revelou, agradecendo por nenhum treinador ter tentado mudá-lo de posição:

– Ainda bem que não (risos).

Zagueiro revela já ter sido menosprezado por causa de sua altura — Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

Com direito à participação especial do filho Levi Lucca, Luccas Claro mostrou um lado que a torcida não conhece: revelou hobbies e preferências, das musicais às cinematográficas; disse que brincam com sua “voz de locutor” e se divertiu com o apelido de Wesley Snipes, o “Blade Tricolor”. E ainda respondeu perguntas de tricolores no Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito