Liminar quebra vínculo de Fred com o Cruzeiro e caminho fica livre para o Fluminense

Fred pode voltar ao Fluminense — Foto: Nelson Perez / FFCA Justiça do Trabalho de Minas Gerais deferiu uma liminar a favor do atacante Fred, rescindindo o contrato de trabalho dele com o Cruzeiro. O jogador havia acionado a Justiça no início do mês para forçar a saída do time mineiro. Com a decisão, o atleta fica livre para negociar com outro time. O GloboEsporte.com teve acesso à decisão do juiz Andre Vitor Araujo Chaves que tramita na 1ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte. O despacho aponta que a cobrança do jogador pode ultrapassar R$ 75 milhões.

O Tricolor já tem definidas as bases de contrato que pretende firmar com o atacante de 36 anos. A duração será de dois anos, até o fim de 2021. Fred acionou a Raposa na Justiça do Trabalho há pouco mais de uma semana, pedindo a rescisão do vínculo e cobrando os salários não pagos desde outubro, 13º salário, parcelas não pagas de direito de imagem, recolhimento de FGTS e reembolso da multa contratual a ser paga ao Atlético-MG, consequência da transferência do jogador entre os rivais.

O mérito da ação ainda será julgado. Além da rescisão indireta do contrato de trabalho, o segredo de justiça do processo também foi extinto. O juiz alega que a decisão está embasa em “assegurar o direito do autor ao exercício da sua profissão, já que para praticar futebol em outra agremiação depende da rescisão do presente contrato”.

A audiência que estava marcada para esta quarta-feira foi adiada. O juiz determinou alguns ajustes na petição inicial de Fred. O valor atribuído à causa é um deles. Inicialmente, a defesa do atacante estimou a quantia em R$ 10 milhões. Porém, o montante não corresponde, segundo o juiz, com o conteúdo da petição. Apenas um pedido de Fred, segundo a decisão publicada, seria na casa dos R$ 50 milhões. Em outro ponto, a petição aponta um débito de R$ 25 milhões do Cruzeiro a Fred. Ou seja, os pedidos do atleta podem superar R$ 75 milhões.
 

Assim que os ajustes forem feitos pela defesa de Fred, em um prazo de 15 dias, uma nova audiência será marcada para dar andamento ao processo, com a análise dos pedidos do atacante. Mas, desde essa segunda-feira, dia 17 de fevereiro, Fred é considerado um jogador livre no mercado pela Justiça do Trabalho.O GloboEsporte.com entrou em contato com a diretoria do Cruzeiro que não comentou sobre o assunto.

Presidente do Fluminense, Mário Bittencourt nunca escondeu, entrevista após entrevista, o projeto de repatriar o atacante. Tanto que esta foi uma das bandeiras de sua candidatura. Fred, por sua vez, vê com bons olhos a segurança de voltar a um lugar onde é idolatrado do que começar tudo do zero em um novo projeto. O atacante, inclusive, tem conversado com ex-companheiros que atuam no Tricolor, como o próprio Egídio admitiu.

Fred defendeu o Fluminense de 2009 a 2016 e é considerado um dos maiores ídolos da história do clube. Terceiro maior artilheiro do Tricolor com 172 gols, o atacante conquistou dois Brasileiros (2010 e 2012), um Carioca (2012) e uma Taça da Primeira Liga (2016) pelo clube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TV Prefeito