Light deixa moradores do Vasquinho em Seropédica sem energia elétrica por mais de 48 horas

Resultado de imagem para light

Na ultima sexta-feira (25), caiu um temporal por volta das 17 horas no município de Seropédica, deixando vários bairros sem energia elétrica. Acontece que após a chuva equipes da Light estiveram em algumas ruas e repararam o problema, esquecendo de reparar o sistema de alimentação elétrica no Bairro Campo Lindo, comunidade do Vasquinho, dando prejuízos para moradores e comerciantes da região.

Teve comerciante de sorvete que perdeu todo material estocado, a padaria deixou de atender a comunidade onde moram cerca de 3.000 famílias. Revoltados os moradores fecharam a Rua Niterói em frente a Clinica da familia com galhos das arvores que foram podados pela própria empresa. Nesta segunda-feira moradores vão no Fórum, entrar com processo contra a Light, solicitando ressarcimento dos prejuízos.

Há varias reclamações contra Light, por mal fornecimento de energia, algumas ruas há oscilação de energia que queimam aparelhos eletrônicos. As oscilações de potência é mais perigosa para os equipamentos eletroeletrônicos do que um blecaute, uma vez que durante um blecaute a energia simplesmente acaba, enquanto que no curso de uma oscilação os aparelhos continuam recebendo energia, mas a níveis reduzidos, e passam a funcionar mal ao invés de desligar. Neste caso os aparelhos tentam funcionar normalmente, mas não conseguem, e podem sofrer danos.

O que diz a Agencia Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) sobre Blecaute

Segundo a Aneel, o consumidor tem direito a ressarcimento de danos em equipamentos causados por blecautes. Clientes residenciais que porventura tenham tido aparelhos danificados pela interrupção do fornecimento de energia devem procurar a distribuidora em até 90 dias para solicitar a reparação. Após analisar o pedido, a distribuidora tem 45 dias corridos para ressarcir o consumidor, caso verifique relação entre o dano e a perturbação ocorrida no sistema.

Funciona assim: a concessionária tem até 10 dias para vistoriar o equipamento. Após a inspeção, o cliente precisa ser comunicado do resultado em até 15 dias. Os 20 dias restantes são o período previsto para a compensação, que pode ser em dinheiro, conserto ou substituição do equipamento, se for o caso. Para eletrodomésticos usados na conservação de alimentos perecíveis, como geladeiras e freezers, a vistoria deve ocorrer em até um dia útil.

O procedimento pode ser solicitado por telefone, pela internet (no site da concessionária) ou pessoalmente, nas agências de atendimento. Caso a distribuidora não cumpra com algum termo previsto pela Aneel, o cliente deve recorrer à agência reguladora estadual ou, em último caso, à Ouvidoria da Aneel, pelo telefone 0800 7270167, www.agenersa.rj.gov.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: