Japão aproveita expulsão no início e surpreende a Colômbia em estreia

Uma expulsão logo aos 3min mudou totalmente as estreias de Japão e Colômbia na Copa do Mundo da Rússia. Melhor para os japoneses, que aproveitaram o cartão vermelho ao meio-campista Carlos Sánchez, cresceram no segundo tempo e e debutaram com vitória no Mundial de 2018: 2 a 1, em partida realizada nesta terça-feira, na Arena Mordovia, em Saransk.

O segundo cartão vermelho mais rápido da história das Copas do Mundo – a primeira foi do uruguaio José Batista, em 1986 – mudou todo o planejamento colombiano. Pekerman poupara o principal astro do time, James Rodríguez, do início da partida, mas se viu rapidamente em desvantagem e precisou recorrer ao jogador do Bayern de Munique.

Kagawa converteu o pênalti cometido por Sánchez e fez 1 a 0 com apenas 6min de duelo. A Colômbia ainda ensaiou se impor, mesmo com 10, mas sentiu o cansaço; Quintero empatou com um belo gol de falta aos 38min do primeiro tempo.

Na segunda etapa, o Japão fez valer a vantagem de um homem a mais e dominou a equipe sul-americana, que recorreu muito a jogadas individuais de James e aos lançamentos esticados para Falcao Garcia. O prêmio pelo rendimento superior na parte decisiva da partida veio aos 28min, com Osako assegurando os três pontos aos orientais.

A derrota põe pressão na Colômbia, uma das surpresas da Copa do Mundo do Brasil, há quatro anos. A equipe de James Rodríguez e Falcao Garcia agora precisa vencer a Polônia no próximo dia 24, às 15h (de Brasília), para seguir com boas chances de classificação. O Japão, que larga bem na Rússia, duela com Senegal na mesma data, mas às 12h.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *