Jacutinga e Banco de Areia receberam mutirão de prevenção contra dengue, zika, febre amarela e Chikungunya

Uma parte dos mesquitenses da Jacutinga e do Banco de Areia recebeu, nesta quinta-feira, dia 10 de janeiro, os agentes do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental do município de Mesquita. A equipe, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, realizou nos dois bairros um mutirão de verificação em residências e estabelecimentos comerciais para identificar focos de larvas de mosquitos transmissores de dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela e instruir a população sobre como evitar epidemias destas doenças na cidade de Mesquita.

Desde o último trimestre do ano passado, estamos realizando essas ações de intensificação em áreas onde nossas equipes já atuam normalmente, mas que apresentam um risco maior de proliferação de larvas. De maneira geral, ficamos satisfeitos com o que vemos. Ainda há muita gente que falha no trabalho de prevenção, mas também conseguimos enxergar um bom avanço em locais por onde já passamos antes e percebemos que os hábitos já mudaram”, avalia Flávio Perrota, gerente de risco biológico e não biológico da Vigilância Ambiental de Mesquita.

Primeiro mutirão de mobilização no combate aos mosquitos em 2019, a ação aconteceu nos turnos da manhã e da tarde. Na casa da cabeleireira e manicure Cristiane Franco, no Banco de Areia, foi realizado tratamento nos pneus encontrados no quintal e também a verificação de vedação da caixa d’água. Em todos os imóveis vistoriados, as caixas d’água com vedação ineficiente foram protegidas com telas que impedem a passagem de mosquitos.

Tive dengue no início do ano passado e uma vizinha teve Chikungunya. Antes, alguns moradores daqui de perto se descuidavam em relação à prevenção e isso acabava prejudicando outras pessoas. Mas agora eu acho que estou mais protegida, porque vejo um cuidado maior e também uma atenção da população às instruções que as equipes que vêm nos visitar passam”, disse Cristiane, aparentemente sem focos de proliferação de mosquitos em casa.

Os mutirões da Secretaria de Saúde para prevenção das arboviroses já passaram pelas residências da Chatuba e de Edson Passos. A promessa é de que, aos poucos, todas as áreas com mais chances de serem afetadas por epidemias recebam a visita do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental.

Todos os dias, a equipe do departamento se divide entre os diversos bairros da cidade para um trabalho contínuo de controle do vetor. Nos mutirões, porém, o grupo inteiro se junta para promover uma grande mobilização em uma área específica, que é escolhida de acordo com os indicativos de risco da região. Na última terça-feira, dia 8 de janeiro, uma ação de combate às larvas e mosquitos também foi realizada na divisa entre Mesquita e os municípios de Belford Roxo e Nova Iguaçu. A equipe do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental da cidade de Mesquita atuou ao longo de toda a extensão da linha férrea comercial que limita os municípios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: