Itaboraí realiza campeonato de Muay Thai

A Prefeitura de Itaboraí, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, promoveu  neste domingo (24/06), a 3ª etapa da Liga de Muay Thai do Brasil 2018. O evento reuniu centenas de pessoas no Centro Educacional Alves Galvão, no bairro Ampliação, com objetivo de incentivar jovens e crianças do município sobre a prática esportes.

Diversas equipes do Rio de Janeiro participaram do campeonato, dentre elas, Russão Muay de Itaboraí, Niterói Muay Th, Oficina de Muay, Fighting Strike, Immortal Fight, Milithai, Top Team, Kobra Thai, Graice Humaitá, Boxe Thai e Gold Fighters. Ao todo, foram 110 lutadores, divididos entre as classes Infantil de 12 a 13 anos; Juvenil, de 14 a 15; e Júnior de 16 a 17. Além das categorias de classe A, B, C e D, totalizando em 55 combates ao longo da atividade.

Prestigiando o evento, o prefeito de Itaboraí, Dr. Sadinoel Souza parabenizou os organizadores e ainda  estimulou os atletas. “Todos estão de parabéns, esse torneio que está acontecendo aqui é maravilhoso. Esse é o caminho, através do esporte, cultura e lazer nós iremos recuperar a nossa cidade”, ressaltou Sadinoel.

Também presente ao torneio, a vereadora Joana Lage convidou a equipe responsável para levar atividades esportivas para o distrito de Manilha, comentando ainda sobre o local já disponibilizado para a prática esportiva. “Eu acredito na força do esporte como mola impulsionadora para agregar valores éticos e morais, pois os mestres, através da disciplina conseguem passar para os alunos estes valores que são eternos. Eu acredito na força da prática desportiva para formar cidadãos”, comentou Joana.

Segundo Sérgio Carlos Marins Santos, conhecido como mestre Russão, mais de trinta academias estiveram presentes no colégio neste domingo, somando cinquenta e cinco lutas no total. “A luta é a minha vida, meu intuito é fazer com que o esporte cresça cada vez mais na cidade. Através destas modalidades nós conseguiremos dar uma oportunidade para essa garotada, oferecendo um futuro com melhor qualidade de vida, tirando ainda das ruas e libertando desse mundo tão violento”, disse Russão.

De acordo com o lutador da academia Gold Fighters, Thiago Marques Moraes, 31 anos, para participar do combate é importante estar preparado fisicamente e ter uma alimentação balanceada. “A ideia da liga não é só promover a arte no Brasil, como também preservar sempre a integridade física dos atletas”, disse Thiago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *